Procedimento operacional padrão no atendimento em ocorrências com produtos perigosos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO NO ATENDIMENTO EM OCORRÊNCIAS COM PRODUTOS PERIGOSOS


LIQUÍDOS INFLAMÁVEIS

1 Introdução

O constante deste manual visa apresentar algumas das normas mais importantes no recebimento, armazenamento e manuseio de líquidos inflamáveis, para o atendimento de ocorrências por parte do CBMMG envolvendo estes produtos.
Como as características dos líquidosinflamáveis variam, assim como também as precauções para manuseá-los, não se pretende aqui cobrir o tema em todos os seus detalhes. Para informações mais detalhadas é aconselhável se consultar, entre outras, as seguintes normas:
- NBR-17505 Armazenamento e manuseio de líquidos inflamáveis e combustíveis – ABNT; e
- NR-20 Líquidos combustíveis e inflamáveis.
Esta categoria engloba por definiçãolíquidos, mistura de líquidos ou líquidos contendo sólidos em solução ou em suspensão, que produzem vapores inflamáveis a temperaturas de até 60,5º C em teste de vaso fechado. Via de regra, as substâncias inflamáveis são de origem orgânica, como por exemplo hidrocarbonetos, álcoois, aldeídos e cetonas, entre outros.
Para uma resposta mais segura às ocorrências envolvendo líquidos inflamáveis faz-senecessário o pleno conhecimento de algumas propriedades físicas e químicas dos mesmos, antes da adoção de quaisquer ações. Essas propriedades, assim como suas respectivas aplicações, estão descritas a seguir.

2 Propriedades dos produtos:

2.1 Definição de pequenos vazamentos (pequena quantidade)

A maior parte das emergências com líquidos inflamáveis é relativamente pequena, envolvem 250 litros dolíquido ou menos, e são resolvidas com sucesso pelas unidades de combate a incêndios.

2.2 Definição de grandes vazamentos (grande quantidade)

São as emergências com vazamentos a partir de 250 litros do líquido inflamável envolvido no incidente.

2.3 Reatividade

Deverá ser observada a particularidade de cada substância de acordo com o rótulo de risco e número da ONU. Para tanto deve serconsultado o Manual da ABIQUIM.

2.4 Risco de incêndio ou explosão

Sempre que existir produtos inflamáveis, em condições ideais para produzir uma mistura de vapores ou gases com o ar, existirá risco de incêndio ou explosão.
É importante destacar que nem todas as misturas de vapor ou gás com o ar podem ser inflamadas. Ou seja: misturas muito ricas, ou muito pobres em combustível não podemser inflamadas, visto que existe uma faixa (limites: inferior e superior de inflamabilidade) que é característico para cada produto, a qual determina as margens de periculosidade.
Uma mistura dentro dos limites de inflamabilidade necessita apenas de um elemento para que se produza um incêndio ou explosão: A FONTE DE IGNIÇÃO (faíscas, centelhas, chamas abertas, pontos quentes, eletricidade estática,etc.).
Assim sendo, na presença de produtos inflamáveis, é de fundamental importância o controle das referidas FONTES DE IGNIÇÃO.
Além do risco citado é importante observar as seguintes situações: vapores podem deslocar-se até uma fonte de ignição e provocar retrocesso de chamas; os recipientes podem explodir com o calor do fogo (risco de BLEVE); há riscos de explosão do vapor em ambientesfechados ou abertos ou em rede de esgotos; e o escoamento para a rede de esgotos pode criar riscos de fogo ou explosão.

2.5 Risco à saúde
a) Pode ser venenoso se inalado ou absorvido pela pele;
d) Os vapores podem causar tontura ou sufocação;
c) O contato pode causar queimaduras ou irritação na pele e nos olhos;
d) O fogo pode ocasionar a emissão de gases irritantes ou venenosos;
e) As águasresiduais de controle do fogo e as águas de diluição podem causar poluição.

2.6 Ações de combate ao sinistro

a) Estacionar as viaturas adequadamente;

b) Identificar produto e avaliar situação;

c) Manter o COBOM informado para acionar os meios necessários;

d) Isolar / sinalizar área e afastar curiosos;
e) Manter-se com o vento pelas costas:...
tracking img