Problemas sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2217 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Escolha 05 (cinco) problemas sociais existentes no seu município.
Saúde
Transportes
Educação
Habitação (falta de moradia)
Segurança Urbana

2. Após escolher os 05 problemas sociais, aplique a ferramenta Matriz de Decisão para determinar qual deles tem maior prioridade para ser objeto de uma política pública. (Obs.: não é necessário anexar a matriz ao trabalho. Informar como respostaapenas os escores obtidos para cada um dos 05 problemas analisados).

Resultados apontados pela MATRIZ DE DECISÃO:

Área Problemas Pontuação Cômputo Prioridade

Saúde Hospitais Superlotados 15
Falta de medicamentos 12
Filas para atendimento 08 35 1

Transporte Aumento da Frota 11
Melhoria das vias publica 08
Melhoriados coletivos 09 28 5

Educação Falta de professores 11
Recursos didáticos 10
Violência nas escolas 08 29 3
Habitação Favelas 13
Cortiços 09
Domicílios improvisados 06 28 4

Segurança Urbana Aumento da criminalidade 12
Violência 07
Tráfico 12 31 2



Conforme exposto na Matriz de Decisão, apontamos comoprioridade para ser objeto de uma Política Pública a área da “Saúde”.

3. Escolha o problema de maior prioridade e liste pelo menos 04 (quatro) “causas responsáveis” pela sua existência.

- Hospitais Superlotados
Aumento da demanda para atendimento
Tempo de espera para atendimento
Escassez de médicos e especialistas
Questões organizacionais

4. Identifique dentre as causas inicialmentelistadas as 03 “causas principais”.

- Tempo de espera para atendimento
- Escassez de médicos e especialistas
- Questões organizacionais

5. Estabeleça pelo menos 01 ação (projeto ou atividade) para eliminar ou minimizar cada uma das 03 “causas principais”.

Projeto: Atendimento Eficiente

1. Objetivos:

1.1- Objetivo Geral:
· A humanização das relações entre profissionais de saúde eusuários no que se refere à forma de escutar este usuário em seus problemas e demandas, com abordagem integral a partir dos parâmetros humanitários de solidariedade e cidadania.

· Implantação de protocolos para as patologias de maior prevalência e mortalidade, obtendo assim melhor resolutividade destas.

1.2 Objetivo Específico:
· Garantir a qualidade de assistência aos pacientes de média ebaixa complexidade, dos pacientes de procura espontânea, com atendimento de especialistas e equipe capacitada, através da implantação do sistema de classificação de gravidade e risco, por cores, vermelho, amarelo, verde e azul e excluindo definitivamente a forma burocrática de entrada por filas e ordem de chegada, mudança do objeto da doença para o doente (sujeito).

2 - Metodologia
Paramelhorar o atendimento, será adotado o sistema de Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco e Gravidade. Adotando um sistema de triagem por classificação de cores:

Vermelho: emergência, necessidade de atendimento imediato.

Ficha Vermelha: atendimento imediato dos pacientes graves visando afastar o risco imediato de morte, realização de exames diagnósticos e posterior encaminhamento paratratamento clínico, cirúrgico, observação ou alta. Pacientes com quadro de enfarte, dores no peito, politraumatizados etc.

Amarelo: urgência, atendimento o mais rápido possível.

Ficha Amarela: atendimento semi-imediato e que deve ser realizado no máximo em trinta minutos de espera. É classificado como paciente crítico que necessita de cuidados intensivos e permanecerá na Unidade Emergencialaté o seu encaminhamento para um especialista.

Verde: prioridade não urgente.

Ficha Verde: atendimento de espera oportuna indicada para pacientes não críticos, para observação ou internação clínica ou cirúrgica.

Azul: consultas de baixa complexidade – atendimento de acordo com o horário de chegada.

Ficha Azul: pacientes com quadro simples e prioridade secundária, com tempo de...
tracking img