PRINCIPAIS TECNICAS DE COLETA DE DADOS: OBSERVAÇÃO, ENTREVISTA, QUESTIONÁRIO E GRUPO FOCAL.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 7 (1740 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 20 de julho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PRINCIPAIS TECNICAS DE COLETA DE DADOS: OBSERVAÇÃO, ENTREVISTA, QUESTIONÁRIO E GRUPO FOCAL.

1. Introdução
A pesquisa na área de psicologia envolve variadas etapas no decorrer de seu desenvolvimento. A coleta de dados por sua vez faz parte de uma dessas etapas neste árduo trabalho.
Porém, para que a pesquisa obtenha sucesso é necessário muito se planejar, atentando-se a cada detalhe, já queao final a pesquisa necessita apresentar respostas ao problema mencionado.
A pesquisa possui etapas a serem seguidas, sendo que na etapa de coleta de dados, existem quatro grupos, sendo eles: observação, entrevista, questionário e grupo focal.
Na execução da observação, não é necessário somente coletar dados, mas também examinar fatos ou fenômenos que se desejam estudar. É um elemento básico deinvestigação científica, utilizado na pesquisa de campo como abordagem qualitativa.
A entrevista pode ser definida como uma interação social entre duas pessoas na qual uma delas, no caso do entrevistador, tem por objetivo obter informações por parte do outro, o entrevistado.
O questionário nada mais é do que técnicas de investigação, composta por questões apresentadas por escrito às pessoas,tendo por objetivo o conhecimento de opiniões, crenças, sentimentos, interesses, entre outros.
Já o grupo focal executa práticas de investigação. Ele pode discorrer a partir do discurso ou entrevista coletiva.
Cabe ao pesquisador observar os quatro grupos existentes e localizar aqueles mais adequados para o alcance dos seus objetivos.

2. Universo
A avaliação do psicólogo é uma atividade amplae fundamental, sendo que a utilização pode levar aos variados contextos de sua atuação. Pesquisadores muito têm se preocupado com este assunto, sendo por eles alvo de discussões em todo o Brasil.
As discussões por sua vez promovem reflexão relacionada a variados problemas identificados na área, sendo apropriado, uma vez que a ciência psicológica, assim como em outras, necessita de constantesatualizações que permite o seu desenvolvimento em todos os âmbitos.

3. Objetivos
Entender cada um dos grupos que compõem a coleta de dados de uma pesquisa na área de psicológica, de forma que o pesquisador esteja apto a localizar aqueles mais adequados para alcançar os objetivos da pesquisa e assim obter sucesso no desenvolvimento do projeto.

4. Desenvolvimento
Dentre os grupos de uma coletade dados, podemos afirmar que a observação não consiste em somente ouvir, mas investigar fatos que serão estudados. A observação ajuda ainda o pesquisador a identificar e obter provas em relação aos objetivos que dão origem ao comportamento do pesquisado.
Porém assim como tudo na ciência da psicologia, a observação é considerada cientifica quando é sistematicamente planejada; registradametodicamente e está relacionada a proposições mais gerais; é sujeita a verificação e controles de validade e precisão; serve a um objetivo formulado de pesquisa; e os fatos são percebidos diretamente, reduzindo a subjetividade.
Todas as observações devem ser registradas, de forma a serem consultadas quando necessário, devendo conter uma parte descritiva e outra reflexiva. O registro descritivo descrevesujeitos, locais, eventos especiais, atividades e comportamentos além de reconstrução de diálogos. Já o registro reflexivo são observações pessoais, especulações, sentimentos, problemas, idéias entre outros que são anotados no decorrer da observação.
Através da observação é possível chegar mais próximo das perspectivas dos sujeitos; ser útil para descobrir aspectos novos de um problema; orientar acoleta de dados; permitir a comunicação; estudar uma ampla variedade de fenômenos; e permite a evidência de dados.
Porém a observação por si, possui também limitações que devem ser observadas em relação ao objetivo que se pretende alcançar, sendo elas:
O pesquisador pode provocar alterações no comportamento do grupo observado;
O observado tende a criar impressões favoráveis ou desfavoráveis...
tracking img