Principais parametros utilizados na metodologia de pesquisa-ação aplicada em algumas publicaçoes de periodicos internacionais nos ultimos dez anos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PRINCIPAIS PARÂMETROS UTILIZADOS NA METODOLOGIA DE PESQUISA-AÇÃO APLICADA EM ALGUMAS PUBLICAÇOES DE PERIÓDICOS INTERNACIONAIS NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS.
Carlos Rogério Rodarte Werner (rodarte@ufla.br)
Resumo: Como resultado do grande aumento da popularidade e amplitude da aplicação da metodologia de pesquisa-ação atualmente bastante utilizada pelos pesquisadores e atores implicados na elucidaçãoda realidade em que estão inseridos. Nos últimos 40 anos, a área de pesquisa e consultoria em organização voltou sua atenção para o campo de “Relações Humanas” e Desenvolvimento Organizacional (tipo americano), “Sociotécnica” de origem inglesa e escandinava, “Círculos de Controle de Qualidade” e outras técnicas gerenciais de procedência japonesa. Com a adoção da “pesquisa-ação”, pode-seexperimentar a possibilidade de um procedimento aberto, não restrito às delimitações e distorções próprias a cada uma dessas escolas. A adoção de um método de pesquisa-ação em uma organização e um país como o Brasil, não pressupõe que a solução esteja voltada para uma dessas escolas (americano, europeu ou japonês), pois o procedimento consiste em deixar os participantes detectarem os problemas e procurar assoluções mais apropriadas para aquele tipo de situação enfrentado. Assim, tais soluções e as decorrentes ações encontradas pelas pessoas e grupos envolvidos no processo de pesquisa-ação são formuladas de acordo com as expressões de sua própria cultura. Neste sentido este artigo procura identificar por meio de várias pesquisas no site “scielo” filtrar os artigos mais pesquisados sobrepesquisa-ação em cada uma destas culturas, assim como os menos pesquisados. A partir destas informações pretende-se descobrir quais áreas do conhecimento não possuem informações suficientes sobre determinado assunto da pesquisa-ação que mereça ser estudada de modo mais proativo e assertivo em função de seu interesse e aceitação coletiva dos atores envolvidos no processo.
A pesquisa-ação consisteessencialmente em acoplar pesquisa e ação em um processo no qual os atores implicados participam, junto com os pesquisadores, para chegarem interativamente a elucidar a realidade em que estão inseridos. Identificando problemas coletivos, buscando e experimentando soluções em situação real, ao mesmo tempo em que produz e usa o conhecimento. Thiollent (1997). Já segundo Spink (1979:31) citado por Thiollent(1997) a pesquisa-ação tem o “duplo e explícito propósito de auxiliar a reflexão, formulação ou implementação da ação de desenvolver, enriquecer ou testar quadros de referência teóricos ou modelos relevantes ao fenômeno em estudo”.

Evolução da Pesquisa-ação
Não há certeza sobre quem iniciou a pesquisa-ação. Muitas vezes, atribui-se a criação do processo a Lewin (1946). Embora pareça ter sido eleo primeiro a publicar um trabalho empregando o termo, pode tê-lo encontrado anteriormente na Alemanha, num trabalho realizado em Viena, em 1913 (Altrichter, Gestettner, 1992). Versão alternativa é a de Deshler e Ewart (1995) que sugerem que a pesquisa-ação foi utilizada pela primeira vez por John Collier para melhorar as relações inter-raciais, em nível comunitário, quando era comissário paraAssuntos Indianos, antes e durante a Segunda Guerra Mundial e Cooke (s.d.) parece oferecer vigoroso apoio a isso. A seguir, Selener (1997) assinala que o livro de Buckingham (1926), Research for teachers [Pesquisa para professores], defende um processo reconhecível como de pesquisa-ação. Assim sendo, é pouco provável que algum dia venhamos a saber quando ou onde teve origem esse método, simplesmenteporque as pessoas sempre investigaram a própria prática com a finalidade de melhorá-la. O relato de Rogers (2002), sobre o conceito de reflexão utilizado por John Dewey (1933), por exemplo, mostra muita semelhança com o conceito de pesquisa-ação e também se poderia realçar que os antigos empiristas gregos usavam um ciclo de pesquisa-ação.
Definição de pesquisa-ação
É difícil definir a...
tracking img