Primeiros socorros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8296 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PRIMEIROS SOCORROS


1. INTERPRETAÇÃO DOS PRIMEIROS SOCORROS

1.1 – Podemos entender por primeiros socorros como sendo os procedimentos efetuados a uma pessoa cujo o estado físico coloca em perigo a sua própria vida.

1.2 – O Socorrista é toda pessoa capacitada ou não, disposta a prestar o atendimento emergencial às vítimas, quer seja de mal clínico ou traumático. Os objetivos primordiaisdurante a aplicação dos primeiros socorros são os cuidados que o Socorrista deverá ter com a vítima:
• Manter as funções vitais presentes;
• Evitar o agravamento das condições da vítima;
• Providenciar assistência médica qualificada.

2. PRINCÍPIOS BÁSICOS NA APLICAÇÃO DOS PRIMEIROS SOCORROS

2.1 – Avaliação do acidente e conduta inicial com a(s) vítimas(s):

❖ Controlar e preparar oambiente:
• Dirigir-se imediatamente ao local do acidente, observar o que aconteceu, identificar-se como Socorrista e informar-se sobre o ocorrido com a(s) vítima(s) ou com testemunhas presentes no local;

❖ Tomar medidas de proteção para:
• Isolar e proteger o local do acidente;
• Formar o cordão de isolamento;
• Sinalizar o trânsito para evitar acidente em cadeia;
• Desligar aignição do automóvel, bem como freiá-lo e calçar as rodas.

❖ Evitar o agravamento da situação da vítima:
• Proteger a vítima de curiosos, impedindo que tentem movê-la de forma errada;
• Se a vítima estiver inconsciente e ocorrer vômitos, colocá-la em decúbito lateral de segurança e desobstruir as vias aéreas para evitar asfixia.

2.2 - È necessário verificar os danos sofridos examinando oacidentado de forma rápida e sistematicamente para saber o que fazer:

* O Socorrista deve aprender:
• O que deve procurar;
• O que fazer e o que não fazer;
• Como deve fazer.

* Avaliação feita durante o atendimento:
• Está consciente?
• Respira e tem pulso?
• Sangra muito?
• Está envenenado?

Tenha sempre uma idéia do que se deve fazer para não expor a vítima.Verifique se há outros ferimentos, tendo o cuidado de não movimentar desnecessariamente a vítima.

2.3 – Aquela pessoa habilitada a realizar os primeiros socorros, após um aprendizado e devidamente treinada para qualquer situação de emergência, tornará as decisões pertinentes a cada caso e deverá ser capaz de:
• Prevenir acidentes;
• Ter segurança face as emergências;
• Caso necessário,conseguir ajuda qualificada;
• Prevenir danos maiores aos já detectados;
• Salvar uma vida.

3.CONHECIMENTOS GERAIS SOBRE SINAIS VITAIS

3.1 – Os sinais vitais são todos os sinais que indicam a existência de vida, ou ainda são reflexos e sinais que permitem concluir sobre o estado geral da vítima.

3.2 – Utiliza-se a observação dos sinais vitais mais importantes do corpo humano para avaliaro estado físico e mental das pessoas:
• Temperatura corporal ( nos centros termo-reguladores);
• Pulso (aparelho circulatório – coração);
• Respiração (aparelho respiratório - pulmões);
• Pressão arterial (P.A).

3.3– As condições que põem em risco a vida do acidentado durante a avaliação inicial são identificadas e as correções iniciadas obedecendo as seguintes etapas:
1º (A) -Air-way = Vias aéreas superiores desobstruídas e estabilização da coluna cervical;
2º (B) - Breathing = Respiração;
3º (C) - Circulation = Circulação e controle da hemorragia;
4º (D) - Disability = Alterações neurológicas;
5ª (E) - Exposure = Exposição da vítima.

3.4 – Situações de emergência que interferem diretamente nas funções vitais:
• Falta de respiração;
• Falta de circulação;
•Hemorragias graves;
• Estado de inconsciência que pode levar à obstrução das vias aéreas superiores.

3.5– Normalmente utiliza-se instrumentos apropriados na verificação dos sinais vitais, como por exemplo o termômetro e o estetoscópio. Na falta destes, deve-se efetuar observações mais acuradas tais como: inspeção, palpação, ausculta e percussão.

* Inspeção – um processo primordial, na...
tracking img