Primeiros socorros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3640 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atendimento Inicial

CAPÍTULO 7
ATENDIMENTO INICIAL

O objetivo do atendimento inicial à vítima de trauma é identificar rapidamente situa ções que coloquem a vida em risco e que demandem atenção imediata pela equipe de socorro. Deve ser rápido, organizado e eficiente de forma que permita decisões quanto ao
atendimento e ao transporte adequados, assegurando à vítima maiores chances de sobrevida.
O atendimento inicial à vítima de trauma se divide em quatro etapas seqüenciais:
1) Controle de cena;
2) Abordagem primária;
3) Abordagem secundária;
4) Sinais vitais e escalas de coma e
trauma.
1. Controle de Cena
1.1. Segurança do Local
Antes de iniciar o atendimento propriamente dito, a equipe de socorro deve garantir
sua própria condição de segurança, a das vítimas e a dosdemais presentes. De nenhuma
forma qualquer membro da equipe deve se
expor a um risco com chance de se transformar em vítima, o que levaria a deslocar ou dividir recursos de salvamento disponíveis para
aquela ocorrência.

Fig. 7.1 - Abordagem inicial de vítima em decúbito dorsal. Socorrista aproxima-se da vítima pelo
lado para o qual a face da mesma está volta, garantindo-lhe o controle cervicalsem mobiliza-la
da posição inicial e, tocando-lhe o ombro do lado
oposto, diz: “Eu sou o... (nome), do Corpo de
Bombeiros, e estou aqui para te ajudar. O que
aconteceu contigo?”

1.2. Mecanismo de Trauma
Enquanto se aproxima da cena do acidente, o socorrista examina o mecanismo de
trauma (ver capítulo 4), observando e colhendo informações pertinentes. Em uma colisão
entre dois veículos,por exemplo, avaliar o tipo Fig. 7.2 - Abordagem inicial de vítima em decúbide colisão (frontal, lateral, traseira), veículos to ventral. Mesmo procedimento utilizado para
abordagem de vítima em decúbito dorsal.

- 92 -

Manual do Atendimento Pré-Hospitalar – SIATE /CBPR
envolvidos, danos nos veículos, número de vítimas, posição dos veículos e das vítimas,
etc.
2. Abordagem Primária
Visaidentificar e manejar situações de ameaça à vida, A abordagem inicial é realizada sem mobilizar a vítima de sua posição inicial, salvo em situações especiais que possam comprometer a segurança ou agravar o quadro da vítima, tais como:
Situações climáticas extremas:
Geada, chuva, frio, calor, etc.;




Risco de explosão ou incêndio;



Risco de choque elétrico;



Risco dedesabamento.

Obs.: Só se justifica mobilizar a vítima
de sua posição inicial na abordagem primária
quando a situação de risco não possa ser
afastada. Por exemplo: Havendo risco de choque elétrico e sendo possível a interrupção da
passagem de energia, não há necessidade de
mobilizar a vítima.

Fig. 7.3 - Enchimento capilar – técnica utilizada
para avaliação da perfusão dos tecidosperiféricos. É realizada fazendo-se uma pressão na
base da unha ou nos lábios, passando a coloração de rosada para pálida. Retirando a pressão,
a coloração rosada deve retomar num tempo inferior a dois segundos. Se o tempo ultrapassar
dois segundos é sinal de que a circulação periférica está comprometida (oxigenação/perfusão
inadequadas). Lembre-se que à noite e com frio
essa avaliação é prejudicada.Na abordagem primária, havendo mais
de uma vítima, o atendimento deve ser priorizado conforme o risco, ou seja, primeiro as
que apresentem risco de morte, em seguida
as que apresentem risco de perda de membros e, por último todas as demais. Esta recomendação não se aplica no caso de acidente com múltiplas vítimas (ver capítulo 30),
onde os recursos para o atendimento são insuficientes emrelação ao número de vítimas
e, por tanto, o objetivo é identificar as vítimas com maiores chances de sobrevida.
A abordagem primária é realizada em duas fases:
1) Abordagem primária rápida;
2) Abordagem primária completa.
2.1. Abordagem Primária Rápida
É a avaliação sucinta da respiração, circulação e nível de consciência. Deve ser
completada em no máximo 30 segundos. Tem por finalidade a...
tracking img