Primeiros socorros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS DE PRIMEIROS SOCORROS
Primeiros socorros são uma série de procedimentos realizados com o intuito de manter vidas em situações de emergência até a chegada de atendimento médico especializado. Sendo realizados dentro da Empresa pelos Brigadistas ou Cipeiros que estão sendo treinados e capacitados dos conhecimentos necessários, com isso venho solicitar aos SenhoresSupervisores e Contra-Mestres que antes de tomarem qualquer providencia que seja, caso não tenha o conhecimento necessário, favor acionar a Equipe de Brigadistas que seguirão os protocolos necessarios para o bem estar das Vitimas.
Orientações aos Supervisores e Contra-Mestres
Quando se depararem com Vitimas de Acidentes ou qualquer outra situação que haja a necessidade de aplicarmos os Primeirossocorros, Deve-se Comunicar os Brigadistas imediatamente, deixando os responsaveis pelo atendimento.
As orientações a seguir devem ser respeitadas e seguidas ao pé da Letra, pois caso cometam algum erro ou descuido que agrave as condições de saude desta pessoa; mesmo na intenção de ajudar; podemos ser responsabilizados pela negligencia cometida.
1º Passo - Avaliação da Cena ou Sinistro
É muitoimportante salientar que para a abordagem de uma vítima primeiro você deverá ter idéia do contexto geral da situação, pois apenas com uma pré-avaliação do local é que se pode conhecer o tipo de vítima com a qual se está lidando. A ocorrência pode ser classificada como Clínica (mal súbito, problemas fisiológicos) ou Trauma (mecanismos de troca de energia). A avaliação da cena também é importante paraque se possam dimensionar os riscos potenciais existentes na cena, prevenindo assim que a pessoa que tem o intuito de aplicar os primeiros socorros não se torne mais uma vítima da ocorrência. A Avaliação de Cena é divida em cinco fases:
1) Segurança – verificar se a cena é segura para ser abordada;
2) Cinemática do Trauma – verificar como se deu o acidente ou sinistro;
3) Bioproteção – utilizaçãode luvas, mascaras, etc;
4) Apoio – Buscar equipamentos, solicitar ajuda, chamar o resgate, etc;
5) Triagem – Buscar todo o tipo de informação necessaria sobre o acidente.
2º Passo - Avaliação das condições gerais da vítima
Todo procedimento de primeiros socorros deve começar com a avaliação das condições da(s) vítima(s).
Devem-se observar:
1) Sinais (tudo o que se observa ao examinaruma vítima: respiração, pele fria, palidez, etc.);
2) Sintomas (é o que a vítima informa sobre si mesma: Náusea, Dor, Vertigem, etc.);
3) Sinais Vitais (sinais cuja ausência ou alteração indica grave irregularidade no funcionamento do organismo). São eles: Pulso (batimentos cardíacos), respiração, Pressão Arterial e Temperatura.
Obs.: Existem estudos à luz das evidências científicas atuaisque a dor pode ser considerada o quinto sinal vital, uma vez que somente os vivos sentem dor.
Desta forma um ponto importante para o socorrista em primeiro momento será avaliar o nível de consciência de sua vítima usando um parâmetro muito simples, chamado A.V.D.I.:
* A (ALERTA)
* V (VOZ)
* D (DOR)
* I (INCONSCIÊNCIA)
Em primeiro lugar, abordar a vítima independente domecanismo sendo traumático ou clínico: se ao tocar na vítima o socorrista percebe uma reação espontânea, concluímos que ela está na fase A (ALERTA). Isto é um indício de que existe atividade neurológica: o cérebro está sendo suprido de oxigênio, pois para isto acontecer ele tem de estar estimulando o grupo muscular da respiração, como musculatura diafragmática e intercostal (caixa torácica).
Já a faseV (VOZ) é percebida quando a vítima não responde ao ser chamada pelo nome. É bom lembrar que a audição é um dos últimos sentidos a serem perdidos antes de o cérebro entrar em estado de inconsciência.
Não havendo nenhuma resposta à solicitação verbal estimularemos a D (DOR): feche a mão e com a área da dobra dos dedos friccionar o esterno da vítima, que fica localizado no meio do tórax, na...
tracking img