Primeiros socorros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1753 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Obstrução de vias aéreas

Dependendo da gravidade da asfixia, os sintomas podem ir de um estado de agitação, palidez, dilatação das pupilas (olhos), respiração ruidosa e tosse, a um estado de inconsciência com parada respiratória e cianose (tonalidade azulada) da face e extremidades (dedos dos pés e mãos).
Em obstrução de vias aéreas deve-se primeiramente observar se é ou não completa aobstrução.
Se a vitima emite som é porque não é completa, então se deve orientá-la a tossir e observar as tentativas de expelir o objeto. Caso não tenha êxito tentar a manobra de Heimlich.
Manobra de Heimlich
É geralmente usada com objetivo de expulsar o corpo estranho através da eliminação do ar residual dos pulmões, criando uma espécie de tosse.
Técnica:
- Abraçar a vitima por trás, com seusbraços na altura do ponto entre a cicatriz umbilical e o apêndice xifóide. A mão fica em contato com o abdome da vítima deve estar com o punho fechado e o polegar voltado para dentro. A outra mão é colocada sobre a primeira.
Devem-se fazer compressões abdominais sucessivas, direcionadas para cima, até desobstruir a via aérea.
Em gestantes, obesos e lactentes as compressões são efetuadas no tórax.Manobra usada em criança menor de 1 ano:
• Se o objeto estiver no nariz, peça à criança para assuar com força, comprimindo com o dedo a outra narina;
• Se for na garganta, abrir a boca e tentar extrair o objeto, se este ainda estiver visível, usando o dedo indicador em gancho ou uma pinça, com cuidado para não empurrar o objeto;
• Colocar a criança de cabeça para baixo, sacudi-la e dartapas (não violentos, mas vigorosos) no meio das costas, entre as omoplatas, com a mão aberta.
• Após dar os tapas, mudar a criança para decúbito dorsal, mantendo-a sobre o antebraço que repousa sobre a coxa, a cabeça da criança deve ficar mais baixa que o tronco.
• Aplicar cinco compressões torácicas na criança, repetir esta manobra até desobstruir.
• Se a criança perder aconsciência se faz 2 ventilações por 30 compressões e socorro rápido.

Procedimentos que, em hipótese alguma, devem ser praticados.

• Abandonar o asfixiado para pedir auxílio
• Deixar o asfixiado nervoso.
Convulsão
É uma atividade muscular anormal, que pode estar associada a várias causas como:
Epilepsia, Hipoglicemia, abstinência a drogas, lesões cerebrais (tumores), febre.
Asconvulsões duram cerca de 15 a 20 segundos, podendo variar de acordo com cada pessoa, e após a crise pode ocorrer sonolência e desorientação que pode durar de cinco minutos a algumas horas.
É muitas vezes conhecida por “ataque” e caracterizam-se por alguns dos seguintes sinais e/ou sintomas:
• Movimentos bruscos e incontrolados da cabeça e/ou extremidades,
• Perda de consciência com quedadesamparada,
• Olhar vago, fixo e/ou “revirar dos olhos”,
• Salivação excessiva.
• Perda de controle esfincteriano.

O que fazer

• Afastar todos os objetos onde a pessoa possa se machucar;
• Proteger a vítima contra os traumatismos, amortecendo a cabeça com almofadas ou casacos ou ainda com as mãos;
• Tomar o ambiente calmo afastando os curiosos;
• Acabada fase demovimentos bruscos colocar a pessoa na Posição Lateral de Segurança;
• Manter a criança/jovem num ambiente tranqüilo e confortável;
• Manter as roupas afrouxadas.
Vitima deve se encaminhada para um hospital mais próximo.
hemorragias
É definida como perda de sangue devido ao rompimento de um vaso sangüíneo. O volume circulante de sangue em um adulto varia em torno de 5 a 6 litros,levados em conta a relação de 70ml por kg de peso corporal, o que corresponde, por exemplo, a 4.900 ml de sangue em uma pessoa de 70kg.
Havendo uma diminuição brusca do volume circulante, como a que ocorre em uma grande hemorragia, o coração poderá ter sua ação como bomba comprometida, o que chegando a determinados níveis, levará a vítima a um colapso circulatório, podendo resultar e morte....
tracking img