Pressupostos psicossociais da exclusão

PRESSUPOSTOS PSICOSSOCIAIS DA EXCLUSÃO: COMPEPTITIVIDADE E CULPABILIZAÇÃO




















APRESENTAÇÃO




Este trabalho se configura na disciplina Psicologia Social,com o propósito de realizar uma reflexão sobre os fenômenos de exclusão existentes na sociedade, em seus aspectos dialéticos e críticos. Daremos ênfase na relação de competitividade entre as pessoas,mostrando as conseqüências sócias e éticas que isso pode acarretar na vida das pessoas.



































RESENHA CRÍTICA






O artigorelata sobre uma abordagem que se fundamenta numa perspectiva histórico-crítica propondo uma analise da sociedade capitalista em que vivemos. A sociedade humana é constituída a partir da relação com ooutro em um processo de humanização.
Através das transformações históricas, com o estabelecimento da linguagem e desenvolvimento das funções psíquicas superiores houve um salto qualitativo sobre asrelações entre pessoas e bens materiais. As pessoas buscam sua sobrevivência através do trabalho havendo um laço entre dominação e exploração, que é a relação entre o empregado e empregador.
Asociedade de produção capitalista passa por um processo de exclusão do outro, impossibilitando o acesso de grande parte da população ao trabalho. A população menos favorecidas não tem acesso ao conhecimento,com isso tornar-se impossível uma educação para todos universalmente distribuída.
Há um avanço tecnológico significante na sociedade que envolve a substituição de mão-de-obra por máquinas queexecutam a maioria dos serviços que antes eram feitos por mãos humanas. Outra forma de exclusão é a competitividade, pois exige a exclusão de alguns para o privilégio de outros.
Penso que a grandedemanda de competitividade é negativa para o ser humano, pois ele passa a ser isolado, necessitando competir constantemente para sobreviver e trazer progresso para sua vida.
Toda essa competição e...
tracking img