Preconceito linguistico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (517 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Preconceito Lingüistico

O preconceito lingüístico, vem sendo alimentado diariamente pelos meios de comunicação, que pretendem ensinar o que é "certo" e o que é "errado", sem falar, é claro nosinstrumentos tradicionais de ensino da língua, ou seja a gramática normativa e os livros didáticos.
O português falado no Brasil é bem diversificado, mesmo a escola tentando impor a norma lingüísticacomo se ela fosse de fato comum a todos os brasileiros. As diferenças de status social em nosso país, explicam a existência do verdadeiro abismo lingüístico entre os falantes das variedades não-padrãodo português brasileiro que compõe a maior parte da população e os falantes da suposta variedade culta, em geral não muito bem definida, que é a língua ensinada na escola.
A língua falada no Brasil ,do ponto de vista lingüístico já tem regras de funcionamento, que cada vez mais se diferencia da gramática da língua falada em Portugal. Na língua falada, as diferenças entre o português de Portugal eo português falado Brasil são tão grandes que muitas vezes surgem dificuldades de compreensão. O único nível que ainda é possível uma compreensão quase total entre brasileiros e portugueses é o dalíngua escrita formal, porque a ortografia é praticamente a mesma, com poucas diferenças. Concluí-se que nenhum dos dois é mais certo ou mais errado, mais bonito ou mais feio: são apenas diferentes um dooutro e atendem às necessidades lingüísticas das comunidades que os usam, necessidades lingüísticas que também são diferentes.
Tudo isso por causa da cobrança indevida, por parte do ensinotradicional, de uma norma gramatical que não corresponde à realidade da língua falada no Brasil.
"As pessoas sem instrução falam tudo errado" – Isso se deve simplesmente a um questão que não é linguística,mas social e política – as pessoas que dizem Cráudia, Praca, Pranta pertencem a uma classe social desprestigiada, marginalizada, que não tem acesso à educação forma e aos bens culturais da elite, e...
tracking img