Pre projeto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1918 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROJETO DE PESQUISA


Discente: Bruna Ferreira Veras
Camila Alves de Oliveira
Camila Fernanda de Souza
Karen Caldeira dos Anjos
Rayhane Mattos de Andrade

1 - IDENTIFICAÇÃO:


Assunto ou tema: Um estudo sobre o uso de drogas entre adolescentes


2 - PROBLEMATIZAÇÃO:

Qual é o principal fator que levam os adolescentesatendidos se tornarem dependentes químicos?

3- OBJETIVOS:


3.1 Objetivos Gerais:
Identificar o aspecto principal que leva os adolescentes atendidas a se envolverem com drogas e se tornarem dependentes químicos, considerando os fatores sociais, políticos e econômicos. Contribuindo com a instituição e com o município.


3.2 Objetivos Específicos:


- Analisar operfil dos adolescentes que são atendidos;
- Identificar a importância da participação da família durante o trabalho realizado com os adolescentes.
- Identificar a metodologia de trabalho utilizado pela equipe multidisciplinar com os adolescentes.


4- JUSTIFICATIVA:


Desde o inicio dos tempos o homem faz o uso de drogas, porém o uso destas na adolescência setornou reconhecido a partir dos primeiros relatos de uso de solventes, propriamente dito no século XX. Entretanto foi nos anos 60 que a sociedade pode constatar com mais clareza a aptidão do uso de substâncias psicoativas no âmbito juvenil com a consolidação dos movimentos jovens, que causou um crescimento significativo do uso e abuso das substancias químicas – principalmente da maconha ealucinógenos.
No Brasil para buscar proteger os direitos e deter os abusos contra crianças e adolescentes temos em vigor o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que foi instituído para seguir os preceitos do Art. 227, da Constituição Federal de 1988, que trás consigo a idéia de que as crianças e adolescentes são pessoas em pleno desenvolvimento, indivíduos que estão em constantetransformação e destinatários de proteção integral.
Segundo o Art. 2° do ECA “Considera-se criança, para os efeitos desta lei, a pessoa até doze anos incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade.”
Parágrafo único. “Nos casos expressos em lei, aplica-se excepcionalmente este Estatuto às pessoas entre dezoito e vinte e um anos de idade.”
Sendoassim é previsto que os direitos desse público infanto-juvenil sejam assegurados e preservados em quaisquer tipos de violação, tanto pela família, pela sociedade e pelo Estado. Eles estão em constantes transformações e são pessoas dependentes de outros adultos. A adolescência é um período conturbado onde o jovem encontra várias escolhas, passando por intensa formação física e psíquica formando seucaráter, seus conceitos morais e suas atitudes perante a sociedade a fim de aumentar seus laços, alem de familiares, agora sociais; e essa fase é marcada por mudanças e curiosidades, resultando em um momento especial no qual o álcool e as drogas se tornam algo bem atrativo. Perante isso há grande necessidade da proteção integral de seus direitos, pois a adolescência vivida por cada individuo vaidepender das condições dadas por todos para o seu desenvolvimento, em relação a sua integridade física, moral, psicológica e seu direito de sobrevivência.
Um dos fatores que tem atrapalhado muito a consolidação do ECA na efetivação desses direitos é o crescimento abusivo do uso de drogas licitas e ilícitas pelos adolescentes, prejudicando o desenvolvimento dos mesmos e violando suacondição peculiar de pessoa em desenvolvimento, condição esta que inclui o direito a educação, a busca de identidade crenças e valores e seu espaço na sociedade. O envolvimento com as drogas desses adolescentes nos coloca frente a vários desafios, dentre eles o fácil acesso o uso abusivo, e como a sociedade e o Estado podem agir para combater este problema gravíssimo.
Segundo o site...
tracking img