Pre natal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3510 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Consulta de Enfermagem pré-natal: a qualidade centrada na satisfação da cliente
Yara Macambira S. Lima* Maria Aparecida V. Moura**

RESUMO: O estudo identifica as necessidades e expectativas das gestantes na consulta de enfermagem pré-natal e a assistência prestada na visão da clientela. Pesquisa qualitativa com ênfase no referencial teórico da qualidade, tendo o cliente como centro de atençãodos serviços de saúde. Foram entrevistadas dezesseis gestantes inscritas no Programa de Atenção à Saúde da Mulher, desenvolvido no Centro de Saúde Escola do Marco da Universidade do Estado do Pará. A coleta de informações através da técnica de entrevista semi-estruturada e o método de análise de conteúdo, evidenciando duas categorias temáticas: necessidades e expectativas das gestantes naconsulta de enfermagem pré-natal e a qualidade no contexto da consulta de enfermagem na visão da clientela. Os resultados apontaram para o interesse da clientela em adquirir novos conhecimentos e a realização das consultas para o acompanhamento da gestação. Evidenciam também as possibilidades e limites para implementar a melhoria da assistência prestada. Palavras chave: Enfermagem. Pré-natal.Assistência. Qualidade.

1

INTRODUCÃO

Atualmente, a Consulta de Enfermagem na rede básica de saúde é realizada de acordo com o roteiro estabelecido pelo Ministério de Saúde (2000), garantida pela Lei do Exercício Profissional e o Decreto no 94.406/87, o pré-natal de baixo risco pode ser inteiramente acompanhado pelo enfermeiro. O estudo tem como enfoque a Consulta de Enfermagem no Pré-natal com autilização do referencial teórico na qualidade centrada na satisfação da clientela. Foram entrevistadas dezesseis (16) gestantes inscritas no Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM), no Centro de Saúde Escola da Universidade do Estado do Pará (UEPa) localizado na cidade de Belém, Capital do Estado. Tomamos como referência o PAISM (1984), dentro de suas ações programáticas de saúde,surgindo como uma proposta governamental na qual a mulher foi reconhecida além de suas capacidades reprodutivas. Isto é, como assinalou Ávila (1995, p. 7), rompe com o modelo denominado materno-infantil, que focalizava a mulher somente no exercício da
* Mestre em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ – Docente da Universidade do Estado de Pará /UEPa – Membro do Núcleo de Pesquisa daSaúde da Mulher (NUPESM) EEAN/UFRJ ** Doutora em Enfermagem, Docente da Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ – Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa da Saúde da Mulher (NUPESM). Orientadora da Pesquisa. Presidenta da ABENFORJ. Coordenadora Adjunta do Mestrado da EEAN/ UFRJ.

R. de Pesq.: cuidado é fundamental, Rio de Janeiro, ano 9, n. 1/2, p. 93-99, 1./2. sem. 2005.

93

função de reproduçãobiológica; por isso, a atenção específica era dirigida para a gravidez, parto e puerpério. A principal crítica a essa orientação deve-se ao fato de que a mulher era considerada mera reprodutora, sendo objeto central apenas para garantir a vida e a saúde do nascituro. Esta conquista, cujo indicador mais evidente foi marcado no Manual Técnico de Assistência Pré-natal do Ministério da Saúde (BRASIL, 2000),estabelece que as mulheres que têm acesso ao serviço de saúde devem ser informadas sobre os programas, palestras e atividades, assim como, orientação quanto ao exercício da sexualidade, fisiologia da reprodução, regulação da fertilidade e os riscos do aborto provocado, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, câncer cérvico uterino e de mama, e da melhoria dos hábitos higiênicos edietéticos. Para execução dessas atividades os serviços podem optar por discussões individuais, em grupo ou por outras formas mais compatíveis com sua estrutura organizacional. Nas atividades relacionadas à assistência prénatal, estudos demonstrados por pesquisadoras como Amaral, Araújo e Soares (1990), Moura (1997) e Moura, Araújo e Flores (2002) relatam que a Consulta de Enfermagem tem sofrido...
tracking img