Pragas do milho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1923 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
14/3/2011

CULTURA DO MILHO

Larva alfinete (Diabrotica spp.)

PRAGAS DO MILHO

Disciplina: Agricultura I Prof. Volmir Sergio Marchioro

Larva alfinete (Diabrotica spp.)
Importância econômica:
- Adultos se alimentam das folhas; - Larvas, atacam as raízes do milho;

Larva alfinete (Diabrotica spp.)

Sintomas de danos:
- Ocasiona o acamamento das plantas; - Em situações de ventosfortes e de alta precipitação; - Mais de 3,5 larvas por planta causam danos.

Larva alfinete (Diabrotica spp.)
Métodos de controle:
- Tratamento de sementes e pulverização no sulco; - Excesso e baixa umidade do solo são desfavoráveis a larva; - Maior em sistema de plantio direto.

Larva-arame (Conoderus spp., Melanotus spp.)

1

14/3/2011

Larva-arame (Conoderus spp., Melanotus spp.)Importância econômica:
- Danos mais severos em plantios após pastagens; - Plantio direto favorece a larva.

Larva-arame (Conoderus spp., Melanotus spp.)

Sintomas de danos:
- Danificam as sementes após a semeadura; - O sistema radicular da planta; - Constrói galerias e destrói a base do colmo.

Coró ou Pão de Galinha Larva-arame (Conoderus spp., Melanotus spp.)
Métodos de controle:
- Nãohá inseticidas registrados para o controle; - Umidade do solo é importante no manejo; - Suspensão da irrigação força a larva aprofundar- se no solo.

(Diloboderus abderus, Eutheola humilis, Dyscinetus dubius, etc.)

Coró ou Pão de Galinha
(Diloboderus abderus, Eutheola humilis, Dyscinetus dubius, etc.) Importância econômica:
- Maior problema para lavouras de safrinha; - Semeadura diretasobre a resteva da soja; - População alta após plantio de poaceas.

Coró ou Pão de Galinha
(Diloboderus abderus, Eutheola humilis, Dyscinetus dubius, etc.) Métodos de controle:
- Controle biológico: nematóides, bactérias, fungos; - Preparo de solo é uma alternativa de controle; - Controle químico com tratamento de sementes; - Pulverização no sulco de semeadura tem se mostrado viável.

Sintomasde danos:
- Danificam as sementes após semeadura; - Alimentam-se de raízes, definhamento e matando a planta; - Nível de dano ocorre a partir de 5 larvas/m2.

2

14/3/2011

Larva Angorá (Astylus variegatus)

Larva Angorá (Astylus variegatus)
Importância econômica:
- Praga secundária da cultura do milho; - Somente alta população causa prejuízos; - Reduz a densidade de sementes.Sintomas de danos:
- As larvas se alimentam de sementes e de raízes.

Larva Angorá (Astylus variegatus)
Métodos de controle:
- Aração e gradagem, expõe as larvas e estas morrem; - Controle químico poderá ser realizado em áreas com histórico; - O tratamento de sementes evita danos com a praga.

Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus)

Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus)
Importânciaeconômica:
- Esporádica, grande destruição em curto intervalo; - Danos associados a estiagem após a emergência; - Maiores danos em solos leves e bem drenados; - Menor incidência com plantio direto.

Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus)

Sintomas de danos:
- Lagartas recém eclodidas raspam folhas; - Dirigem para a região do ponto de crescimento, destruindo; - Murcha e posterior morte defolhas centrais "coração morto".

3

14/3/2011

Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus)
Métodos de controle:
- Tratamento de sementes com inseticidas sistêmicos; - Estresse hídrico não funciona; - Aplicação aérea de um inseticida de ação de contato; - Alta umidade do solo contribui para reduzir os problemas.

Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)

Lagarta-do-cartucho (Spodopterafrugiperda)
Importância econômica:
- Ataca plantas jovens, pode causar a sua morte; - Especialmente no sistema de plantio direto; - Já está na área na emergência, reduz população.

Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)

Sintomas de danos:
- Ataca tipicamente o cartucho da planta; - Desde a emergência até o pendoamento; - Na fase de plântula pode atacar o ponto de crescimento provocar...
tracking img