Práticas na escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3974 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AS PRÁTICAS INVESTIGATIVAS NO PROCESSO DE LETRAMENTO
DE ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR
Solange Bonomo ASSUMPÇÃO (PUC Minas)1
RESUMO: Este trabalho tem como objetivo apresentar as práticas investigativas como ferramenta
que pode contribuir para o desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita de alunos de cursos
de licenciatura. O resultado obtido indica que “educar pela pesquisa” é umprocesso significativo
para os estudantes, pois lhes permite conferir maior significação à leitura e à produção de diferentes
textos acadêmicos, e revela, ainda, que a inserção de práticas investigativas na formação de
estudantes universitários pode contribuir para o incremento de suas práticas de leitura e escrita, por
meio da análise das condições de produção e recepção de gêneros discursivospertencentes à esfera
de comunicação científica.
Palavras-chave: Práticas investigativas; gêneros discursivos; letramento(s) no ensino superior.
ABSTRACT: The aim of this article is to present the investigative practices as a tool that can contribute to
the development of reading and writing habilities of students of degree. The result achieved revels that
“educate by research” is a importantprocess for students because it makes possible for them to give value to
a wider comprehension of reading and production of different academic texts. It also shows that the insertion
of investigative practices in the academical students' formation can contribute to the increase of their reading
and writing practices, through the analysis of the production conditions and reception of discursivegenres
belonging to the sphere of scientific communication.
Keywords: Investigative practices; discursive genres; literacy in Higher Education.
1. O desafio da elevação do nível de letramento dos alunos no Ensino Superior
As discussões sobre os atuais indicadores de desempenho dos alunos que concluem o Ensino Médio e
ingressam no ensino superior têm-se tornado freqüentes, em diferentes espaçossociais, e apontam para uma
realidade não muito animadora. Os dados da avaliação de Língua Portuguesa do SAEB (1999)2 e da
avaliação de proficiência na leitura do PISA (2000)3, por exemplo, sinalizam que, apesar de o aluno ter
passado pelo processo de escolarização básica, isto é, pelo menos, onze anos de estudos orientados, o
exercício de práticas sociais de leitura e escrita revela-seincipiente, como afirmam Bonamino, Coscarelli e
Franco (2002, p. 112):
[...] os alunos de modo geral não são capazes de ler fluente e proficientemente muitos
gêneros textuais (entre os quais podemos citar textos não-contínuos, como gráficos, tabelas,
formulários, por exemplo). Esses resultados exigem uma reação do sistema educacional
brasileiro, para que nossas escolas cumpram o papel de preparar osestudantes para atuarem
satisfatoriamente no mundo contemporâneo.
Esse cenário incita, então, os professores do ensino superior a uma atitude reativa para a reversão do
quadro apontado, considerando a si mesmos como importantes agentes de letramento4 dos alunos que
1 A autora pode ser contatada pelo e-mail: solangeassumpcao@yahoo.com.
2 O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica(SAEB) é coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas
Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e, nesse caso, refere-se ao desempenho em leitura dos alunos do ensino fundamental e médio.
3 O Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) é um programa de avaliação comparada que objetiva produzir
indicadores sobre a efetividade dos sistemas educacionais, avaliando o desempenho dealunos na faixa etária dos 15 anos, idade em
que se encerra o processo de escolarização básica obrigatória, na maioria dos países. Esse programa é desenvolvido e coordenado
internacionalmente pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), com o apoio de uma coordenação
nacional em cada país participante. No Brasil, o PISA é coordenado pelo INEP.
4 Por letramento, entende-se...
tracking img