Ppne

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2254 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Revisão do PPNE

Nascimento -> Mudanças na rotina -> Descobrimento (deficiência). -> Luto do filho idealizado -> Um novo pai e uma nova mãe. Nascimento: Conhecimento a mais -> Construção -> Estoque de conhecimento. Valores x Controle – Forças x Desabar; O nascimento de um bebê “anormal” ou o surgimento de distúrbios mentais na primeira infância produz perturbação que afeta toda a família.Esta se vê em perigo, uma vez que seus recursos tradicionais serão insuficientes para fazer face à anormalidade. Um novo repertório deverá ser construído.
Lidar com a “anormalidade” é algo obscuro, misterioso, difícil de decifrar, difícil de compreender. Os estoques de conhecimento da família não dão conta dessa situação.
Nas narrativas das famílias, observam-se diferenças de gênero nas formasde adaptação.
O momento de se informar o diagnóstico é muitíssimo importante e altamente delicado. Ele instaura um rito de passagem, que produz simbolicamente a morte da criança idealizada e faz nascer uma nova criança a ser concebida no imaginário dos pais. Essa segunda “gestação” exige tempo, um tempo psíquico de pelo menos outra gestação. Uma atitude profissional correta não deveria ser a detransmitir a notícia com indiferença. Pelo contrário,o médico deveria dar suporte emocional aos pais, orientar sobre a doença e o tratamento, ajudar no discernimento das decisões a serem tomadas no acompanhamento futuro da criança e no apoio à família. Deveria favorecer o luto e a elaboração do nascimento de uma nova vida.




- No caso de uma doença degenerativa: Criança de 8 anos(expectativa de vida 14 anos). Luto (normal -> Anormal -> Morte próxima). Doença degenerativa como herança familiar (Negação, raiva, vergonha, culpa, “porque isso está acontecendo comigo?”, barganha - negociação com Deus ou com a ciência). Vai favorecer a aceitação (Esperança). A aceitação irá fazer reflexões profundas. Balanço de consciência. Dá salto de qualidade. Entra em contato com sua força interior.Ir a luta (Do luto à luta).

- Dificuldade de lidar com as perdas: Luto -> Ressignificacao -> Aceitação (Time) -> Digestão/Elaboração -> Assimilação/ Aceitação.

- Desenvolver autonomia: Aprender a fazer por si (Pessoal/Social – Trabalho/Renda)
Independência -> Tomar decisões não depender da ajuda do outro para uma qualidade de vida.

- Modelo médico: Doença, cura, reabilitação, qualidadede vida, a PCD, a família; “modelo médico”, que seria o focalizar a doença e a incapacidade, vendo a deficiência como um problema do individuo que deve ser reabilitado. Valoriza o tratamento como foco principal. Ele promove um esforço unilateral do deficiente, da família e das instituições especializadas sem cobrar da sociedade a sua parcela de responsabilidade, favorecendo assim a exclusão daspessoas com deficiência ao meio social.
- Modelo social: Falta condição de acessibilidade (Urbana, transporte e informação); o “modelo social” da deficiência surge como uma reação às abordagens biomédicas, sendo assim, a sociedade é chamada a refletir sobre como ela cria problemas e reforça a desvantagem quando mantém ambientes restritivos, bens e objetos inacessíveis do ponto de vista físico.Com essa mudança na consciência social, faz-se assim cada vez mais com que as pessoas com deficiências passem a ser vistas como detentoras de direitos. Antes o foco era na doença, e hoje em dia o sujeito passa a ser visto, passa a ter uma participação ativa na vida política, econômica, social e cultural, tendo suas diferenças respeitadas.




Problema: PCD/Família. SVC/Instituiçõesespeciais; as famílias passam por um ''momento difícil'' quando descobrem que possuem um filho portador de necessidades especiais, passam por todo um procedimento de aceitação dos fatos, da realidade. Percebemos o quanto este momento é doloroso para a família, principalmente para os pais desta criança que surge.
Nós Psicólogos, devemos dar total apoio e atenção a estas famílias, pois elas...
tracking img