Positivismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2624 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio Padre Ovídio

Positivismo

Feira de Santana -2012

Colégio Padre Ovídio
Disciplina: Filosofia
Professora: Mourize Calazas
3°ANO B
Componentes:
Alisson Castro n°01
Amanda Araujo n°02
Caroline Mascarenhas n°
Gabriella Marques n°12
Maise Miranda n°
Melba Santiago n°30Ramely Portugal n
Walter José n°42

Sumário

Introdução

O objetivo deste trabalho é passar as informações necessárias para ,um melhor entendimento dos temas propostos , que foram apresentados em sala , tratando desses assuntos de maneira formal e acadêmica , analisando o principal conteúdo que é o positivismo e suas vertentes.
Iniciamos otrabalho explanadoo positivismo em geral , perpassando sobre August Comte , e as vertentes psicológicas , sociológicas , cientificas e seus principais idealizadores como Herbert Spencer,Darwin , Émile Durkheim entre outras .

Positivismo
O positivismo é uma linha teórica da sociologia, criada pelo francês Auguste Comte (1798-1857), que começou a atribuir fatores humanos nas explicações dos diversosassuntos, contrariando o princípio da razão, da teologia e da metafísica. Segundo Henry Myers (1966),
"Positivismo é a visão de que o inquérito científico sério não
deveria procurar causas ultimas que derivem de alguma fonteexterna , mas ,sim confinar-se ao estudo de relações
existentes entre fatos que são diretamente acessíveis pela
observação “
Em outras palavras, os positivistas abandonaram a busca pela explicação defenômenos externos, como a criação do homem, por exemplo, para buscar explicar coisas mais práticas e presentes na vida do homem, como no caso das leis, das relações sociais e da ética. Ao surgir no século XIX, quando as descobertas científicas e os avanços técnicos faziam crer que o homem podia dominar a natureza, o positivismo opôs às abstrações da teologia e da metafísica o método experimental eobjetivo da ciência.
O positivismo acompanhou e estimulou a organização técnico-industrial da sociedade moderna e fez uma exaltação otimista do industrialismo. Nesse sentido, pode-se compreendê-lo como produto da sociedade técnico-industrial que, ao mesmo tempo, a leva esta mesma sociedade a desenvolver-se e consolidar-se.
Basicamente, a característica essencial ao positivismo, tal qual o concebeuComte, é a devoção à ciência, vista como único guia da vida individual e social, única moral e única religião possível. Desse modo, em última análise, o positivismo é compreendido como a "religião da humanidade".
A religião da humanidade
Auguste Comte - por meio da obra Sistema de Política Positiva (1851-1854) - institui a Religião da Humanidade. Após a elaboração de sua filosofia, Comte concluiuque deveria criar uma nova religião: afinal, para ele, as religiões do passado eram apenas formas provisórias da única e verdadeira religião: a religião positiva. Segundo os positivistas, as religiões não se caracterizam pelo sobrenatural, pelos "deuses", mas sim pela busca da unidade moral humana. Daí a necessidade do surgimento de uma nova Religião que apresenta um novo conceito do Ser Supremo,a Religião da Humanidade. Comte foi inspirado para essa criação pela devoção a sua amada Clotilde de Vaux.
Segundo os positivistas, a Teologia e a Metafísica, nunca inspiraram uma religião verdadeiramente racional, cuja instituição estaria reservada ao advento do espírito positivo. Estabelecendo a unidade espiritual por meio da ciência, a Religião da Humanidade possui como principal objetivo...
tracking img