Positivismo e sua influencia no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1605 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]










positivismo e sua influência no Brasil









































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 A Filosofia Positiva.................................................................................................4
2.1.1 A Leidos Três Poderes.......................................................................................5
2.2 O Positivismo no Brasil...........................................................................................5

3 CONCLUSÃO 8

REFERÊNCIAS 9

INTRODUÇÃO

A filosofia positiva de Auguste Comte (1798-1857) desponta no contexto do século marcado pala sombra dasinfluências da Revolução Industrial, da Revolução Francesa e da Independência dos E.U.A. Os ideais de liberdade ecoavam e atravessavam as fronteiras originárias, somadas a um esforço de implantação da lógica das ciências exatas e naturais, na busca do conhecimento através do formalismo, da experimentação, da mensuração e da crítica a qualquer representação metafísica.
Para umacompreensão da filosofia de Comte é preciso uma leitura sobre o êxito das ciências exatas e naturais, traduzidos nas aplicações técnicas de um tempo em que a industrialização será determinante de todas as transformações sociais, uma vez que, o saber positivo, aquele que se constitui pela observação e pelas leis, segue o molde de física e da matemática, em busca de sínteses definitivas para a sociedadehumana, leis invariáveis, que constituam um paradigma ordem, única certeza de evolução do homem na direção do estado científico e de seu afastamento dos objetos tradicionais da metafísica, estes destituídos das características de positividade e avessos aos encaminhamentos de abordagem objetiva das ciências.
O Positivismo penetra no contexto histórico do Brasil da segunda metade do séculoXIX, mercado por ideais republicanos, pelo liberalismo político, pela luta para a abolição dos escravos, pelo ecleticismo e pela ascensão de uma burguesia urbana, que vai ser decisivo na transição império republicano.


DESENVOLVIMENTO

Positivismo é uma doutrina altruísta científica, industrial e material de todas as sociedades humanas, tem por finalidade colaborar paraestabelecer uma educação e uma instrução de culto altruístico científico e industrial, a fim de criar uma única Civilização Positiva; tem um ideal de unir todas as culturas até agora separadas.
Para explicar convenientemente a verdadeira natureza e o caráter próprio da filosofia positiva, é indispensável ter, de início, uma visão geral sobre a marcha progressiva do espírito humano,considerado em seu conjunto, pois uma concepção qualquer só pode ser bem conhecida por sua história.

1 A filosofia positiva

A filosofia positiva de Comte nega que a explicação dos fenômenos naturais, assim como sociais, provenha de um princípio. A visão positiva dos fatos abandona a consideração das causas dos fenômenos (Deus ou natureza) e pesquisa suas Leis, vistas como relaçõesabstratas e constantes entre fenômenos observáveis. Comte afirmou que os fenômenos sociais podem e devem ser percebidos como os outros fenômenos da natureza, ou seja, como obedecendo a leis gerais; entretanto sempre institui e argumentou que isso equivale a reduzir os fenômenos sociais a outros fenômenos sociais a outros fenômenos naturais: a fundação da Sociologia implica que os fenômenos sociais sãoum tipo específico de realidade teórica e que devem ser explicados em termos sociais.
Em 1852 Comte instituiu uma sétima ciência, a moral, cujo âmbito de pesquisa é a constituição psicológica do indivíduo e suas interações sociais.
Pode-se dizer que o conhecimento positivo busca “ver para prever”. Dessa forma, a previsão científica caracteriza o pensamento positivo....
tracking img