Positivismo de auguste comte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1106 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O POSITIVISMO DE AUGUSTE COMTE

E A INFLUÊNCIA DO

POSITIVISMO NO BRASIL



SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3


DESENVOLVIMENTO 4


CONCLUSÃO 7


REFERÊNCIAS 8

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem por objetivo aprender mais sobre o positivismo de Auguste Comte para que possamos assimilar a importância da primeira linha mestra da sociologia, Comte pretendeu realizar por meio da ciência umareforma social, ele se preocupou em elaborar um sistema de valores que se adaptasse com a realidade vivida na época que era a valorização do ser humano.

Comte acreditava que a sociologia era a única ciência capaz de reformar a sociedade, pois era a ciência positiva dos fatos reais, ele rejeita a explicação dos fenômenos naturais e sociais decorra de um só principio, pesquisa suas leis vistacomo semelhança firme e contemplativa entre os fenômenos observáveis adotava os critérios históricos e metódicos.

O positivismo de Comte busca ver para prever, a fim de conhecer a realidade, para que possa saber o que acontecera apartir de nossas ações, para que o ser humano possa aperfeiçoar a sua realidade, ele desde cedo revelou uma grande capacidade intelectual e uma mente extraordinária.E também demonstrar porque o positivismo no Brasil se difundiu tanto em uma perspectiva sócio-histórica, é interessante ressaltar que o positivismo no Brasil teve que se ajustar ao solo brasileiro para ingressar com toda a força doutrinaria.













DESENVOLVIMENTO


Positivismo de Auguste Comte foi à primeira linha mestra consolidada, Comte queria uma reforma social pormeio da ciência, para ele a sociologia deveria aplicar os mesmos métodos usados na química e na física que sugere a observação cientifica da realidade e rejeita o conhecimento metafísico limitando-se ao conhecimento positivo porque acreditava que só através das obras produzidas pelo homem é que se conheceria o espírito humano.

O positivismo veste e assume um novo nome e se ordena uma sínteseampla por ser uma nova forma do empirismo, se retém naquilo que não ultrapassa a superfície, reduz o conhecimento humano ao conhecimento sensível, da metafísica a ciência, e do espírito a natureza com suas conseqüências praticas e relativas.

Conforme afirma Giddens (2005, p. 28) Comte acreditava que a sociologia, deveria aplicar os mesmos métodos científicos rigorososao estudo da sociedade que a química e a física usam no estudo do mundo físico.


Apartir da inteligência do progresso humano Comte estabeleceu a lei dos três estados, notando a evolução e o entendimento intelectual da humanidade. Ele entendeu que essa evolução passa por três estados, o primeiro estado é o teológico que os fatos são explicados pelo sobre natural busca-se o absoluto, de ondevim, para onde vou, o segundo pesquisa diretamente a realidade, mas ainda há presença do sobre natural já o terceiro deixa de lado o absoluto e busca o relativo.

Os anseios de comte por uma reforma social e espiritual, não se limitou a uma política e se desenvolveu no sentido de formular uma nova religião, a religião da humanidade isso ocorreu nos últimos quinze anos de sua vida onde procuraestabelecer uma base de uma completa espiritualidade humana, ele estabeleceu os princípios fundamentais dessa nova religião,

Essa nova religião também ficou conhecida como o positivismo religioso onde ele estabeleceu princípios fundamentais dessa nova religião, é uma religião positiva que não venera um ser superior sobre natural. Comte também redigiu um novo catecismo de que sua idéia centralconvive na substituição do Deus cristão pela humanidade.

Positivismo no Brasil desempenhou grande importância nos mais variados círculos, enquanto a doutrina sobre conhecer a natureza do pensamento cientifico se incorpora em outras correntes semelhantes que procuram valorizar as aplicações praticas das ciências naturais, estabeleceu vários traços constitutivo do pensamento que se desenvolveu...
tracking img