Posicionamento mmss

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2215 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TÉCNICAS RADIOLÓGICAS

MEMBROS SUPERIORES

Tubarão, outubro de 2012.

POSICIONAMENTO RADIOLÓGICO

MEMBROS SUPERIORES

DEDOS POLEGAR
PA AP
Perfil Perfil
Obliqua Obliqua

Indicação: Fraturas e/ou luxações dasfalanges; metacarpo e articulações, e patologias como osteoporose e osteoartrite.

* DEDOS PA

Filmes 18 x 24 cm – Transversal dividido em terços.
Colocar proteção de chumbo no colo do paciente.
Posição do paciente: Sentar o paciente na extremidade da mesa, com o cotovelo fletido 90°, com a mão e o antebraço apoiados na mesa.
Posição da Parte : Colocar a mão com os dedos esticados eseparados do dedo afetado, colocando-o no centro do terço do filme que está sendo exposto.
Raio Central: Perpendicular ao RI, direcionado na articulação
interfalangia proximal - IFP
DFoFi: 100 cm
Colimar nos quatro lados da área do dedo afetado.

* DEDOS PERFIL

Fatores Técnicos 18 x 24 – transversal dividido em terços.
Colocar proteção de chumbo no colo do paciente.
Posição doPaciente: Sentar o paciente na extremidade da mesa, com o cotovelo fletido 90°, com a mão e o punho repousando sobre o RI.
Posição da Parte: Colocar a mão em posição lateral com o dedo de interesse estendido e no meio do terço do filme a ser exposto. Se necessário usar esponja ou apoio radiotransparente para apoiar e evitar movimento. Flexionar os demais dedos.
Raio Central: Perpendicular ao RI,direcionado para a articulação interfalangia proximal- IFP
DFoFi 100 cm
Colimar os quatro lados do dedo afetado.
Observação: Para o segundo dedo é recomendado a incidência médio lateral.

* DEDOS OBLIQUA
ROTAÇÃO MEDIAL OU LATERAL

Fatores Técnicos 18 x 24 cm Transversal - Divido em terços
Colocar um escudo de chumbo sobre o colo do paciente
Posição do Paciente: Sentar o pacientena extremidade da mesa, com o cotovelo fletido 90°, com a mão e o punho repousando sobre o RI os dedos estendidos e afastados.
Posição da Parte: Colocar a mão a 45° em oblíqua lateral (polegar para cima) os dedos estendidos e separados do dedo de interesse. Observando se está paralelo a borda, e ao centro do terço dividido do RI.
Raio Central : Perpendicular ao RI, na articulaçãointerfalangiana proximal - IFP
DFoFi 100 cm
Colimar os quatro lados do dedo afetado.
Oblíqua média opcional: O segundo dedo também pode ser radiografado numa oblíqua medial de 45° (polegar para baixo), com o polegar e os outros dedos fletidos para evitar a superposição.

* POLEGAR AP

Fatores Técnicos 18 x 24 cm Transversal - Dividido em terços
Colocar um escudo de chumbo sobre o colo do paciente.Posição do Paciente: Sentar o paciente na extremidade da mesa, com braços estendidos para a frente, com a mão rodada internamente para colocar o polegar em AP .
Posição da Parte: (Você pode demonstrar a posição para o paciente para que ele entenda). Girar internamente a mão com os dedos estendidos até que o polegar esteja com a parte posterior em contato com o RI. Se necessário segure os demaisdedos com a outra mão. Colocar o polegar no centro do terço paralelo a borda do RI .
Raio Central: Perpendicular ao RI na primeira articulação metacarpofalangiana
DFoFi : 100 cm
Colimar os quatro lados da área do polegar.

Observação – PA Se o paciente não puder posicionar-se em AP. Coloque a mão em quase lateral e apoie em um bloco alto o suficiente para que o polegar fique em PAverdadeira.

* POLEGAR PERFIL

Fatores Técnicos: 18 x 24 Transversal - Dividido em terços
Colocar um escudo de chumbo sobre o colo do paciente
Posição do Paciente: Sentar o paciente na extremidade da mesa, com o cotovelo fletido 90°, a mão apoiada sobre o RI, palma para baixo.
Posição da Parte: Colocar a mão pronada com os dedos e a mão ligeiramente arqueados, colocando o polegar em...
tracking img