Posicionamento do bebe prematuro na utin

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3919 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
É indiscutível o papel que os avanços tecnológicos e a pesquisa ocupam em todos os setores da sociedade moderna, sendo mais notório e essencial o papel ocupado dentro da área da saúde, especificamente no que diz respeito ao tratamento de recém nascidos prematuros na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, onde o número de internações tem aumentado significativamente. Embora a tecnologia tenhacontribuído para o aumento da sobrevida dos prematuros é um fato comprovado que o ambiente hospitalar em nenhum momento apresenta as mesmas condições que o ambiente intra-uterino. Pesquisas demonstraram que uma longa permanência na Unidade de Terapia Intensiva pode ocasionar impactos no desenvolvimento motor e comportamental do neonato.
Quando se encontra em gestação o bebê dispõe de todo umambiente favorável ao seu desenvolvimento, com temperatura estável, sonoridade própria, ausência da ação da gravidade e de manuseio, pouca luminosidade, estimulação tátil-cinestésica constante e confortável. A prematuridade aliada às mudanças nas condições ambientais podem ocasionar graves deficiências de desenvolvimento da criança. Por esse motivo, é necessária a intervenção de um profissionalhabilitado para manusear, posicionar e trabalhar com essa criança a fim de que se consiga promover um ambiente confortável (COSTENARO, 2001).
O recém-nascido prematuro não apresenta um tônus muscular desenvolvido a fim de que possa manter uma posição adequada, tornando-se relevante o presente estudo. A problemática surge no momento em que se questiona o posicionamento dos recém-nascidos nas UTIN, umavez que nas referidas, os bebês nem sempre se encontram na posição fletida, posição essa que garante inúmeros benefícios para o recém-nascido prematuro. Dentro dessa ótica indaga-se: a posição em flexão é a mais adequada para se manter o recém-nascido prematuro?
Este trabalho objetiva orientar o modo de posicionamento de recém-nascidos prematuros durante o período de internamento na Unidade deTerapia Intensiva Neonatal e demonstrar a importância da postura adequada nestes bebês.

METODOLOGIA

A pesquisa é uma revisão bibliográfica na qual foram selecionados livros e artigos científicos dos anos de 1980 a 2003. O levantamento da literatura foi realizado na Biblioteca Central da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Faculdade Evangélica do Paraná e Universidade Federal doParaná. A estratégia de busca dos artigos incluiu pesquisa no banco de dados PubMed. O período de realização deste estudo foi de 2003 a 2004.


DISCUSSÃO

A Postura do Prematuro
“Muitos recém-nascidos prematuros apresentam riscos de possuir atrasos relativos ao desenvolvimento e estes atrasos estão relacionados com problemas posturais e de mecânica imprópria do corpo, ao invés decomprometimento de origem neurológica apenas” (JO FAY apud VERÇOSA, 2001).
O bebê prematuro possui baixo tônus muscular mostrando-se hipotônico e hipocinético. As alterações observadas em relação às propriedades viscoelásticas de músculos e tendões são devidas a falta de prolongada movimentação. A hipotonia apresentada por esses bebês não é apenas causada pela imaturidade de seu sistema nervosocentral, mas também pela imaturidade de seus músculos. Portanto, é bem provável que exista um desequilíbrio em relação aos receptores dos músculos, podendo afetar o comportamento postural e motor dos recém-natos pré-termos. É no último trimestre de gestação que ocorre a diferenciação das fibras musculares, o feto movimenta-se ativamente e esta atividade muscular contra a resistência das paredeselásticas do útero contribui para hipertrofia das fibras musculares (MOORIS, 1999 ; TECKLIN,2002).
O desenvolvimento e o controle do tônus muscular são eventos aprendidos através de estímulos dentro do útero materno. O RN a termo possui uma hipertonia fisiológica dos flexores do tronco e dos membros (BOBATH, 1984). Os bebês prematuros não desenvolvem esta flexão fisiológica, que é vital para o...
tracking img