portugues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (878 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Fernando Pessoa

ODE MARITIMA:
Ponto importante a realçar é que o olhar, a imaginação, ou seja, a sensação é analogicamente um “volante” que vai direccionando a percepção dessa vida marítima.Álvaro de Campos emprega muitas vezes a palavra “volante”. É com ela, com a palavra volante, que o poeta marca o ritmo desta alucinante viagem. 
EXEMPLO: Primeiro, em crescendo: “Volante começa a girar,lentamente”; “Acelera-se ligeiramente o volante”; “Acelera-se cada vez mais o volante”; “A aceleração do volante sacode-me nitidamente”; Acentua-se o giro vivo do volante”; “Oscilação violenta dovolante”. 
Depois, de forma decrescente: “Decresce sensivelmente a velocidade do volante”; “Abranda o seu giro dentro de mim o volante”. 
Por fim, “O volante dentro de mim pára”. 


 o tom febril,excessivo, sadomasoquista de algumas passagens - "Fazei o que quiserdes de mim, logo que seja nos mares, / (...) Que me rasgueis, mateis, firais! / (...) Arranquem-me a pele, preguem-na às quilhas. / Epossa eu sentir a dor dos pregos e nunca deixar de sentir!";
- o delírio das coisas marítimas - "Toma-me pouco a pouco o delírio das coisas marítimas, / Penetram-me fisicamente o cais e a suaatmosfera";
- a exaltação das coisas navais - "E vós, ó coisas navais meus velhos brinquedos de sonho! / Componde fora de mim a minha vida interior!";
- o fascínio das viagens - "Insinua-se no meu sanguetoda essa sedução fina / E eu cismo indeterminadamente as viagens." 
- o tom intimista e desencantado - "E o giro lento do guindaste que, como um compasso que gira, / Traça um semicírculo de não seique emoção / No silêncio comovido da minh'alma..."
- a evocação da infância - "Ó meu passado de infância, boneco que me partiram!"; 

todo o poema pode ser encarado nesta perspectiva: como vencer aDistância, ou seja, todas as distâncias de todas as naturezas que surgem, uma após outra (entre o paquete e o cais, entre eu-agora e eu-outrora, entre um cais e O Cais, etc.); mas também, e porque...
tracking img