Portifolio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



















































































Sumário

1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMENTO 4
3 CONCLUSÃO 7
4 REFERÊNCIAS ....................................................................................................8


INTRODUÇÃO

Esta etapadeve conter parágrafos sobre a assistência social é uma politica pública que precisa ser consolidada na efetivação dos direitos sociais, uma vez que a realidade está inserida no cotidiano das formas, mas diversificadas de ações politicas, envolvendo as relações sociais entre os sujeitos.
O surgimento da politica social no século XIX, onde existiu uma estratégia na regulação do Estado com aSociedade Civil, com fins econômicos, políticos e sociais. Nos anos 30 aos 60, os países capitalistas desenvolvidos adotaram o modelo de Estado do Bem Estar Social, que fomentava a ideia de que o Estado estava presente na economia e poderia intervir na questão social.
Verificamos um avanço de politicas sociais no Brasil, onde houve conquistas relevantes na área especifica da Assistência Socialenquanto politica pública as leis que garantiram e efetivaram a Assistência Social como direito social para todos aqueles que dela necessitarem, sem necessidade de contribuição. Buscamos uma trajetória histórica das politicas sociais publicas a partir das mudanças da legislação.
Ao estudarmos o impacto de determinado programa social em governos locais ou regionais não podemos ignorarcaracterísticas especificas do sistema federativo brasileiro, a grande desigualdade na distribuição espacial das atividades econômicas e da renda entre as regiões, uma acentuada diferença da capacidade tributaria entre os municípios da região Centro-Sul e os da região Norte-Nordeste, que se reflete nos diferentes graus de autonomia financeira e de capacidade administrativa dos governos municipaisdessas regiões.



DESENVOLVIMENTO

A trajetória das politicas sociais no Brasil, a partir da Constituição de 1988, na qual as conquistas mais importantes foram a reafirmação da Assistência Social, através do LOAS, a instituição do PNAS, bem como a criação do SUAS, de fato um avanço para o nosso país, a Assistência Social da um avanço nas políticas sociais brasileiras, voltadas para agarantia de direitos e de condições dignas de vida, alguns municípios é comum o funcionamento do Social de Solidariedade, onde as esposas dos políticos que ocupam cargos de poder realizam praticas beneficentes que consideram Assistência Social, ou seja, assistencialismo. Essas ações beneficentes retiram o caráter publico e de direitos das politicas sociais.
A constituição nos dá instrumentosque podem permitir a participação da população no controle das politicas adotadas pelos governos. Os municípios que ainda não implantaram o SUAS não contam com estes serviços para a população usuária, o que pode representar que estas expressões de vulnerabilidade social devam estar sem acompanhamento, o que não caracteriza uma politica social publica e reforçam a terceirização de atendimentossociais e a desresponsabilização do Estado neste âmbito.
Este sistema é a resposta de muitas lutas de gestores que pensam em políticas sociais enquanto melhorias da qualidade de vida da população e efetivação dos direitos sociais, o SUAS depende de vontade politica para acontecer, as politicas sociais se dão por interesses do próprio capital, que o Estado tem a função de garantir as condiçõesgerais de produção.
Vivemos num país marcado pela desigualdade social que acarreta uma grande parcela de pessoas pobres e miseráveis. Estes dados nos remetem o atendimento de que grande parte da população não possui condições básicas de sobrevivência, onde obriga a recorrer na inclusão em programas e projetos sociais, sejam eles públicos ou não públicos onde haja garantias de mínimos...
tracking img