Portifólio Metodologia Científica

Faculdade Saberes

Disciplina: Metodologia do Trabalho Científico
Docente: Me Daniela Ferreira
Discentes: Isabele Martins Loureiro(isabelemloureiro@hotmail.com); Luiz Teixeira(iglesiasluiz.vix@gmail.com); Márcia Bermond (marciacjulio@hotmail.com); Nélio Ruba (nelioweb@hotmail.com); RayaneRosário (rayane.gr08@gmail.com).

Handout

Artigos Científicos

Conceito

Os artigoscientíficos são pequenos estudos, porém completos, que tratam de uma questão verdadeiramente científica, mas que não se constituem em matéria de um livro.
Apresentam o resultado de estudos ou pesquisas e distinguem-se dos diferentes tipos de trabalhos científicos pela sua reduzida dimensão e conteúdo.
São publicados em revistas ou periódicos especializados e formam a seção principal deles.
Os artigoscientíficos, por serem completos, permitem ao leitor, mediante a descrição da metodologia empregada, do processamento utilizado e resultado obtidos, repetir a experiência.

Tipos de Artigos Científicos

Quanto à análise do conteúdo, os artigos podem ser de três tipos. São eles:
1) Argumento teórico: Tipo de artigo que apresenta argumentos favoráveis ou contrários a uma opinião.Inicialmente,enfoca-se um dado argumento e depois os fatos que possam prova-lo ou refutá-lo. O desenrolar da argumentação leva a uma tomada de posição.
2) Artigo de análise: O autor faz análise de cada argumento elemento constitutivo do assunto e sua relação com o todo. A análise engloba: descrição, classificação e definição do assunto, tendo em vista a estrutura, a forma, o objetivo e a finalidade do tema.Entra em detalhes e apresenta exemplos.
3) Classificatório: O autor procura classificar os aspectos de um determinado assunto e explicar suas partes. Primeiramente, faz-se a divisão do tema classes, com suas características principais. Depois apresenta: definição, descrição objetiva e análise. Dentre as formas de documentação técnica é a mais útil.

Referências:

Lakatos. M. Eva, Marconi A.Marina. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Editora Atlas S.A., 1992.


















Artigo Científico

A Escola Moderna: Uma proposta de pedagogia anarquista
*Carlos Carvalho Cavalheiro
 
   O anarquista é uma pessoa que se opõe à forma de organização atual da sociedade. O anarquismo, nas palavras de um dos seus maioresdefensores, Edgar Rodrigues, “combate os poderosos e defende os oprimidos. Seus inimigos são muitos: os que têm medo de perder privilégios conquistados, os defensores das hierarquias profissionais, intelectuais, sociais, econômicas, os apologistas das ditaduras esquerdizantes e/ou vermelhas e os que por indolência mental não se deram ao trabalho de estudá-lo [o anarquismo] e aqueles cujacapacidade intelectual não lhes permite entendê-lo”. [1]
 Ao contrário dos postulados anarquistas, o homem é estimulado a criar e defender hierarquias, a buscar cada vez mais privilégios e destaques sociais, a desejar o poder. E ao conceber tais idéias como inerentes ao próprio ser humano, estende para a educação o papel de preparar o homem para o viver em sociedade. Sociedade cada vez mais competitiva,individualista, consumista, egoísta, materialista, repleta de violências (até dentro do âmbito escolar)...
 
A brutalidade de hábitos tais como os trotes de qualquer ordem, ou quaisquer outros costumes arraigados desse tipo, é precursora imediata da violência nazista. Não foi por acaso que os nazistas enalteceram e cultivaram tais barbaridades com o nome de “costumes”. [2]
É de se supor, então,que para o anarquista a forma como se estabelece a educação é totalmente conflitante com sua perspectiva de organização da futura sociedade. Esse tensionamento entre os ideais anarquistas e a real forma como a sociedade funciona (incluindo aí o modelo de educação para o trabalho e para adaptação social) gera uma inquietude na busca por uma solução anárquica de educação. Ora, sabe o anarquista...
tracking img