Porter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 46 (11255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ
MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

ESTRATÉGIAS E POLÍTICAS ORGANIZACIONAIS



ALUNA: LUCIANE NEVES BEPPLER


OBRA ANALISADA:

PORTER, Michael E. Estratégia Competitiva: Técnicas para Análise de Indústrias e da Concorrência. Editora Campus. Rio de Janeiro, 1986, 362 p.

CREDENCIAIS DO AUTOR

Michael E. Porter é professor da Harvard BusinessSchool sendo considerado autoridade em estratégia competitiva, dando várias conferências sobre estratégia competitiva e competitividade internacional para audiências de profissionais liberais e do governo. O autor lidera o Instituto para Estratégia e Competitividade, criado em 2001 pela Harvard Business School e a Harvard University.


Porter é autor de 16 livros e de mais de 85artigos. Seu livro, Competitive Strategy: Techniques for Analyzing Industries and Competitors, publicado em 1980, está em sua 58ª edição, e já foi traduzido para mais de dezessete linguagens. O seu segundo livro principal na área de estratégia, Competitive Advantage: Creating and Sustaining Superior Performance, foi publicado em 1985 e está em sua 34ª edição. Seu livro On Competition (1998) incluionze artigos da Harvard Business Review e mais dois novos artigos: 'Clusters and Competition' e 'Competing Across Locations'.


OBJETIVOS DO AUTOR:

O autor divide o livro em três partes. Na primeira identifica uma metodologia geral para análise da indústria e da concorrência, na segunda aponta modos de utilizar esta metodologia no contexto específico de determinadas indústrias e noterceiro identifica os riscos e oportunidades da concorrências em novas indústrias. Os itens explorados em cada uma das partes estão relacionados abaixo:

1. Metodologia geral de análise de indústria e concorrência:
▪ Caracterização da indústria;
▪ Identificação e descrição das cinco forças que atuam na concorrência de uma indústria;
▪ Identificação e descrição das estratégiasgenéricas;
▪ Apresentação do risco de estratégia de meio-termo e das estratégias genéricas;
▪ Identificação dos componentes da análise da concorrência: Metas futuras, estratégia em curso, hipóteses e capacidades;
▪ Apresentação de técnicas para análise da concorrência dos compradores e fornecedores;
▪ Estudo dos sinais e movimentos dos concorrentes;
▪ Apresentação de método demapeamento de grupos estratégicos da indústria e diferenças de desempenho;
▪ Definição de metodologia para prever evolução da indústria;


2. Uso da metodologia para desenvolvimento de estratégia competitiva em tipos importantes de meios industriais, como indústrias fragmentas, emergentes e globais:
▪ Definição de diferentes meios de indústria, de acordo com concentração, maturidade eexposição à concorrência internacional;
▪ Caracterização de tipos de indústria: fragmentada, emergente, transição, declínio e globais.
▪ Análise e proposta de metodologia para formulação de estratégia nos diferentes meios industriais.


3. Decisões estratégicas dos concorrentes em novas indústrias:
▪ Apresentação de desafios como integração vertical, expansão de capacidade eentrada em novos negócios;
▪ Identificação de maneiras de utilizar a metodologia proposta na análise estratégica aplicada à empresa e aos concorrentes.


IDÉIAS PRINCIPAIS:

CAPÍTULO 1 – ANÁLISE ESTRUTURAL DE INDÚSTRIAS

A indústria é um dos fatores determinantes para definir a estratégia a ser utilizada no ambiente em que uma organização compete. A meta de uma estratégia competitivapara uma organização é encontrar uma posição dentro da indústria em que a companhia possa melhor se defender das forças estruturais da indústria ou influenciá-las a seu favor.
Indústria é o conjunto de empresas fabricantes de produtos que são substitutos bastante aproximados entre si. As forças competitivas definem a intensidade da concorrência e também a rentabilidade da indústria....
tracking img