Por uma arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1167 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Lusófona

História da Arquitetura e das Artes III


2010/2011


Rui Jurze, 20080084


Recensão Crítica

Khan. H. - U. (1999). “Definir o Estilo Internacional”. In Estilo Internacional – Arquitectura Modernista de 1925 a 1965, (pp. 11-64). Hong Kong et al: Taschen

Nesta obra o autor aborda a arquitetura do Estilo Internacional desde a sua génese, a sua evolução nasdiferentes partes do planeta. Com a minha intenção de estudo da obra do arquiteto Óscar Niemeyer, considerei fundamental investigar este Estilo para o enquadramento e influências recebidas por este arquiteto durante o seu percurso bem como os seus mestres ou antecessores, colaboradores ou inspiradores. A escolha para esta recensão recaiu assim sobre este capítulo, Definir o Estilo Internacional, como propósito de melhor entender o fenómeno que caraterizou o Estilo Internacional e Modernista, do qual Niemeyer também é mentor. Numa primeira abordagem, o autor começa por fundamentar o internacionalismo do projeto da modernidade (pp. 11-17), numa segunda, a influência da Bauhaus e dos modernistas europeus (pp. 19-24), numa terceira abordagem, a influência das CIAM, Congrés Internationauxd’Architecture Moderne (pp. 34, 35), finalizando com o modernismo industrializado (pp. 35-64).

O internacionalismo do projeto da modernidade fundamentou-se nas novas tecnologias destacando-se o funcionalismo que se focalizou na interpretação da estética da forma, onde eram proibidos embelezamentos por mero amor à ornamentação. A história da arquitetura moderna, normalmente, divide o Estilo Internacionalem duas grandes vertentes: o organicismo e o funcionalismo, sendo a primeira uma vertente que tem como nome principal Frank Lloyd Wright e a segunda é onde surgem novas tendências onde a mais abrangente é o International Style (pp. 11-16).


Cerca de 1925 a Bauhaus, dirigida por Walter Gropius e Ludwig Mies van der Rohe, a qual almejava acabar com as artes isoladas umas das outras, treinandoartistas num projeto de esforço cooperativo, lançando o manifestum, “o último objetivo de toda a atividade criativa é a construção”, articulando a arquitetura moderna dando origem ao International Style protagonizada nas obras de Le Corbusier, entre outros, sendo este o mais proeminente, tornando o mundo consciente de que havia um novo “Estilo” a nascer através do que escrevia e das obras já em1921. Na arquitetura, o termo “Internacionalismo” foi usado por Walter Gropius no livro International Architecture, que editou para a Bauhaus em 1925, caraterizando a arquitetura moderna como internacional e sem fronteiras impostas por lugar ou cultura, negando, no Modernismo, de uma forma geral as referências históricas na arquitetura, considerando-as como ornamento, a produção realizada pelosarquitetos modernos facilmente adapta-se às necessidades de todos os países, o que se confirmou, daí o caráter internacional do movimento (pp. 19-24).


A arquitetura modernista dos anos 30 e 40 abriu o caminho, de várias maneiras para o resto do mundo. Alguns países encomendam trabalhos a importantes arquitetos ocidentais, enquanto que outros a presença de multinacionais arrastam consigo tendênciasempresariais modernistas através do desenho e arquitetura industrial. Além do referido, vários arquitetos dos países em vias de desenvolvimento, vieram aprender o novo estilo, regressando à sua terra natal armados de novas ideias e entusiasmo pelo modernismo, assim como, pelas manifestações do Estilo Internacional. No entanto, a aplicação desse estilo, nas suas obras, teve de se adaptar asituações económicas, técnicas, clima e cultura locais (pp. 24-33).


A maior influência individual subjacente à arquitetura moderna nos países em desenvolvimento foi Le Corbusier, nascido na Suiça, que em 1907, encontrou Tony Garnier, em Lyon, que o influenciou no seu projeto Cite Industrielle, tal como o Lar de Terceira Idade de Ema, na Toscana, tornando-se este último num projeto de modelo...
tracking img