Por que não é contraditório afirmar que

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 58 (14326 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ética e Cidadania.

Introdução à Filosofia Moral.1
Cada um desses homens [Lincoln, Gandhi; e Martin Luther King] sentia muito profundamente que o âmago da moralidade (e o âmago da sociedade) era o igual respeito pela dignidade humana. Cada um deles foi capaz de mostrar o respeito mútuo pressuposto pelo ponto de vista moral, reconhecendo a exigência moral de se engajar em diálogo com aquelesque discordavam profundamente deles. Foram essas características que os tornaram não apenas grandes visionários morais, mas também grandes educadores morais. Lawrence Kohlberg.

1.1

Os Valores.

Diante de pessoas e coisas, estamos constantemente fazendo avaliações: "Esta caneta é ruim, pois falha muito". "Esta moça é atraente". "Acho que João agiu mal não ajudando você". "Prefiro comprareste, que é mais barato". Essas afirmações se referem à juízos de realidade, quando partimos do fato de que a caneta e a moça existem, mas a juízos de valor, quando lhes atribuímos uma qualidade que mobiliza nossa atração ou repulsa. Nos exemplos, destacamos valores que se referem à utilidade, à beleza, ao bem e mal, ao aspecto econômico. Dessa forma, os valores podem ser lógicos, utilitários,estéticos, afetivos, econômicos, religiosos, éticos etc. Mas o que são valores? Embora a temática dos valores seja tão antiga como a humanidade, só no século XIX surge a teoria dos valores ou axiologia (do grego axios, "valor"). A axiologia não se ocupa dos seres, mas das relações que se estabelecem entre os seres e o sujeito que os aprecia. Diante dos seres (sejam eles coisas inertes, seres vivos ouidéias) somos mobilizados pela nossa afetividade, somos afetados de alguma forma por eles, porque nos atraem ou provocam nossa repulsa. Portanto, algo possui valor quando não permite que permaneçamos indiferentes. É nesse sentido que García Morente diz: "Os valores não são, mas valem. Uma coisa é valor e outra coisa é ser. Quando dizemos de algo que vale, não dizemos nada do seu ser, mas dizemos quenão é indiferente, A não-indiferença constitui esta variedade ontológica que contrapõe o valor ao ser. A não-indiferença é a essência do valer".2
Os valores são, num primeiro momento, herdados por nós. Ao nascermos, o mundo cultural é um sistema de significados já estabelecido, de tal modo que aprendemos desde cedo como nos comportar à mesa, na rua, diante de estranhos, como, quando e quanto falarem determinadas circunstâncias; como andar, correr, brincar; como cobrir o corpo e quando desnudá-lo; qual o padrão de beleza; que direitos e deveres temos. Conforme atendemos ou transgredimos os padrões, os comportamentos são avaliados como bons ou maus.
ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: Introdução à Filosofia. 3ª ed. rev. São Paulo: Moderna, 2003. 2MORENTE, Manuel Garcia. Fundamentos de filosofia; lições preliminares. 2ª ed. São Paulo: Mestre Jou, 1966. p. 296. 2 Ética e Cidadania.
1

A partir da valoração, as pessoas podem achar bonito ou feio o desenho que acabamos de fazer, ou criticar-nos por não termos cedido lugar à pessoa mais velha no metrô; ou acham bom o preço que pagamos pela bicicleta; ou nos elogiam por termos mantido a palavradada; ou nos criticam por termos faltado com a verdade, Nós próprios nos alegramos ou nos arrependemos de nossas ações ou até sentimos remorsos dependendo do que praticamos. Isso quer dizer que o resultado de nossos atos está sujeito à sanção, ou seja, ao elogio ou à reprimenda, à recompensa ou à punição, nas mais diversas intensidades: a crítica de um amigo, "aquele" olhar da mãe, a indignação ouaté a coerção física (isto é, a repressão pelo uso da força, por exemplo, quando alguém é preso por assassinato). Embora haja diversos tipos de valores, vamos considerar apenas os valores éticos ou morais.

1.2

A Moral.

Os conceitos de moral e ética, ainda que diferentes, são com freqüência usados como sinônimos. Aliás, a etimologia dos termos é semelhante: moral vem do latim mos,...
tracking img