Pontes rolantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1981 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
R. Sebastião Fabiano Dias, nº 210 sl 1201 | Belvedere | BH |MG CEP 30320-690 | Tel 31 3264-2144 | www.fgfprojetos.com.br

PROJETO E CÁLCULO DE PONTES ROLANTES
BREVE DESCRIÇÃO
A análise de Pontes Rolantes visa o aumento de capacidade, repotenciação/modernização, análise de integridade estrutural e extensão de vida útil. O projeto e cálculo são orientados por normas que estabelecem critérios,limites de temperatura e fatores de segurança. Todos os serviços seguem as prescrições das principais normas existentes, tais como: “American Welding Society” – AWS; “American Institute of Steel Constructors” – AISC; “Crane Manufactores Associaton of America” – CMAA; “The American Society for Testing and Materials” – ASTM; “Federation Europeenne de la Manutention” – FEM 1.001; “Association of Ironand Steel Engineer” – AISE N°. 6 Pontes Rolantes.

TÉCNICAS UTILIZADAS
Os trabalhos são realizados através da verificação estrutural completa, conforme formulários dos códigos, e do modelamento em elementos finitos que permite traçar um perfil completo de tensões e deformações na estrutura. A análise dos sistemas mecânicos segue, da mesma forma, os critérios estabelecidos em norma. O estudocontempla ainda extensometria/telemetria das vigas - principal/auxiliar - topografia da estrutura e testes de carga além de ensaios não destrutivos de componentes críticos.

SISTEMA DE AQUISIÇÃO DE DADOS Realização de extensometria/telemetria na estrutura de pontes rolantes em tempo real.

MODELOS EM ELEMENTOS FINITOS

A técnica computacional do Método dos Elementos Finitos permite avaliar comdetalhes as regiões mais críticas, permitindo desta forma dimensionar componentes com maiores capacidades e mais confiáveis.

APLICAÇÕES
Extensão de vida útil; Análise de integridade estrutural; Repotenciação/modernização; Projeto de novos equipamentos; Engenharia consultiva e etc.

R. Sebastião Fabiano Dias, nº 210 sl 1201 | Belvedere | BH |MG CEP 30320-690 | Tel 31 3264-2144 |www.fgfprojetos.com.br

CRITÉRIO PARA CLASSIFICAÇÃO DE NÃO CONFORMIDADES

BREVE DESCRIÇÃO
A indústria na busca para alcançar padrões de excelência em controle e garantia de integridade de PR´s deve realizar o serviço de certificação dos equipamentos de movimentação de carga existentes na planta. Para atingir este objetivo, devem-se estabelecer o conjunto de diretrizes para as suas atividades de inspeção,manutenção e controle. Manter postura de previsão e antecipação nas ações necessárias à operação segura das PRs, realizando e mantendo permanentemente atualizados os diagnósticos da condição de integridade, planejando e executando a manutenção, em conformidade com as normas e padrões técnicos e com as melhores práticas da indústria.

TECNICAS UTILIZADAS
A classificação de inspeção preventiva ede não conformidades adotada pela FGF determina as condições requeridas para o Gerenciamento da Integridade Estrutural das Pontes Rolantes e Pórticos Móveis. Estabelece os critérios para classificação dos equipamentos, com base nas possíveis conseqüências decorrentes de suas falhas, para priorizar as ações de monitoramento, controle e intervenção, fixando as ações necessárias para detectar,monitorar e controlar diversos tipos de defeitos.

R. Sebastião Fabiano Dias, nº 210 sl 1201 | Belvedere | BH |MG CEP 30320-690 | Tel 31 3264-2144 | www.fgfprojetos.com.br

Desta maneira foram desenvolvidos 5 grupos para classificação de defeitos, sendo DEFEITO E o de menor gravidade e o DEFEITO A o maior gravidade.

CLASSIFICAÇÃO DE DEFEITOS
DEFEITO E Pequenas não conformidades de norma quenão criam risco a segurança e a operação do equipamento. DEFEITO D Defeitos médios que não trazem riscos a segurança pessoal e riscos a operação do equipamento se não corrigidos a longo prazo. DEFEITO C Defeitos médios que se não solucionados em tempo hábil podem gerar outros defeitos ou passar para outros grupos, gerando risco de vidas humanas e risco a operação do equipamento. DEFEITO B Defeito...
tracking img