Poluição sonora

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3433 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CEFAC
CENTRO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA CLÍNICA

AUDIOLOGIA CLÍNICA

SOBRE A POLUIÇÃO SONORA

CRISTINA DE MORAES ALMEIDA

RIO DE JANEIRO 1999

CEFAC
CENTRO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA CLÍNICA

AUDIOLOGIA CLÍNICA

SOBRE A POLUIÇÃO SONORA

Monografia de conclusão do curso de especialização em Audiologia Clínica Orientadora: Mirian Goldenberg

CRISTINA DEMORAES ALMEIDA

RIO DE JANEIRO

1999

RESUMO

A poluição sonora é um dos problemas ambientais graves nos grandes centros urbanos. É uma ameaça constante ao homem. A nocividade do ruído está diretamente relacionada ao seu espectro de freqüências, à intensidade da pressão sonora, à direção da exposição diária, bem como à suscetibilidade individual. Embora exista legislação específica que regulaos limites de emissão de ruídos e estabelece medidas de proteção para a coletividade dos efeitos danosos da

poluição sonora, o que se constata é que os níveis de ruído, existentes nas mais diversas atividades cotidianas, estão acima de todos os valores determinados pelas legislações, tanto a nível nacional como

internacional. A conscientização do problema por parte da população, aliada aoutras medidas de prevenção, seria uma valiosa contribuição para a redução do ruído urbano.

AGRADECIMENTOS

1

Às profas Dras. Lêda C. P. Russo e Maria Cecília Bevilacqua e ao Eng o Fernando Henrique Aidar pela gentileza e valiosa colaboração na pesquisa bibliográfica.

2

À Mirian Goldenberg pelo incentivo e orientação na elaboração desta monografia.

3

À Secretaria do MeioAmbiente, pelo fornecimento de dados.

4

Às Dras Edemia Alvarenga, Dulce D. Estrada e Rosilene Ruas pelo trabalho de revisão que contribuiu para melhorar o presente estudo.

5

À Lúcia Beatriz da Silva Alves pela atenção e carinho na revisão ortográfica.

6

Ao Colégio Rio de Janeiro por ter cedido suas instalações e equipamentos.

7

A José Luís Rodrigues pelo trabalho de digitação. Dedico esta monografia a Jayme Luiz Szwarcfiter, meu companheiro, por ter sido incansável, atendendo sempre minhas solicitações com muito carinho e estímulo.

“A preferência pelo ruído encontra-se na razão inversa da inteligência do homem.

Schopenhauer

SUMÁRIO

1

INTRODUÇÃO

1

2

DISCUSSÃO TEÓRICA

3

3

CONSIDERAÇÕES FINAIS

11

4

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS12

5

ANEXOS

16

1. INTRODUÇÃO

Nos últimos 10 anos, o crescimento mundial da consciência sobre os problemas ambientais, os movimentos ecológicos e o aumento de denúncias de problemas causados pelo meio ambiente na saúde da população em geral, colocaram em evidência a relação entre a saúde das pessoas e o meio ambiente. Estudos da O. M. S. sugerem que em torno de 15 milhões depessoas no Brasil tenham algum problema de audição e que, depois da poluição da água e do ar, nada agride mais os sentidos humanos que a poluição sonora. A poluição sonora, seja ambiental ou a ocupacional, é uma forma de poluição bastante disseminada nas sociedades industrializadas e é causa de perdas auditivas em adultos e crianças. Acarreta também comprometimentos não auditivos que afetam a saúdefísica geral e emocional dos indivíduos. (SANTOS, l994). É impressionante os níveis de ruído a que as pessoas estão expostas nos grandes centros urbanos: nas ruas, no trabalho, nas escolas, no lazer e inclusive em suas residências. Suas intensidades podem alcançar níveis próximos do limiar recomendável ou até mesmo superiores a este (SIH, 1995). A mesma autora afirma que nos países industrializados apoluição sonora impulsiona a legislação que regula operações que provocam ruído industrial ou ambiental. Já SANTOS (1994) observa que, apesar do avanço dos

conhecimentos, da maior difusão de sua nocividade, de ser o ruído o mais

comum agente nos ambientes de trabalho e com forte repercussão no meio ambiente das grandes cidades, no Brasil os investimentos no seu controle ainda são escassos...
tracking img