Politicas publicas para fortaleza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2936 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANO ALTERNATIVO




O debate sobre as instituições e o seu papel dentro do desenvolvimento histórico das nações, estados e municípios é de fundamental importância. A tese de Ha-Joo Chang é que se as instituições são boas, estão abertas as portas para o desenvolvimento. Dentro desse contexto, instituições boas incluem democracia, judiciário eficiente, proteção de direitos depropriedade, instituições financeiras bem desenvolvidas, boa governança empresarial (transparência), etc. 
Assim, nosso plano alternativo visa dar maior eficiência as instituições que atuam em Fortaleza


AGENTE SOCIAl
 
Função: o Agente Social será o encarregado de identificar possíveis beneficiários dos programas de transferência de renda do governofederal que por algum motivo não estejam sendo contemplados pelos benefícios.
 Objetivo: maximizar o número de pessoas que não estão recebendo auxílio do governo por falta de informação e/ou acessibilidade, contribuindo assim para um rápido aumento da renda per capta dos estratos mais pobres da população.
Justificativa: Programas de transferência de renda tem por objetivoredistribuir uma parcela do produto do país entre os mais pobres, porém nem sempre essa ajuda chega aos mais necessitados, sendo necessária a intervenção dos Agentes Sociais para evitar vazamentos e otimizar o foco dos programas.
A importância dos programas de transferência de renda foi estudada por Rodolfo Hoffman. Avaliando seu trabalho publicado em 2006, vemos que os resultadosencontrados foram bastante animadores, pois o programas de transferência de renda, incluindo ai o Bolsa Família, foram bastante significativos para a redução da desigualdade, medida pela indice de Gini. Utilizando dados a Pesquisa Nacional por amostra de Domicílios (PNADs) no período de 1997 a 2004, foi verificado que as variações de renda foram muito mais favoráveis ao pobres, principalmente na regiãoNordeste, onde os programas de transferência respondem por uma grande parcela da renda, contribuindo com cerca de 28% para a redução da desigualdade observada no período.











































A curva decrescente de crescimento para pobres mostra que em todos os períodos avaliados as variações de renda foram mais favoráveis para osde menor renda em todos os períodos avaliados. Temos que a renda conjunta decresceu no período como mostra o gráfico, porem temos que para os 10% mais pobres, nos períodos de 1997-2004 e 2001-2004 a rende cresceu aproximadamente 30%. No gráfico também vemos que a renda cresceu para os 80% mais pobres.



APLICAR REGRAS DE MERCADO A GESTÃO DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL.


 “Aadição do capital humano aos componentes capital e trabalho era o elemento que faltava na composição da função que determina a riqueza das nações.”
Gustavo Ioschpe
 Justificativa: Algumas de nossas escolas estão em péssimas condições de funcionamento e apresentam baixa eficiência no ensino, enquanto outras funcionam de forma adequada, assim o governo deve incentivar modelosde gestão que estão obtendo resultados satisfatórios.
O Projeto: Consiste em submeter todos os alunos da rede pública de ensino a uma prova anual onde será avaliado o seu rendimento escolar. Após a prova será feito um ranking municipal, que servirá para direcionar os gastos educacionais, então as escolas com melhor desempenho receberão mais verbas, que servirá para aumentar acapacidade da escola em receber mais alunos, captando assim alunos de escolas que não conseguirem ter rendimentos satisfatórios. Assim cada diretor escolar terá que se esforçar para que seus alunos obtenham uma boa média no exame, pois as escolas que não obtiverem uma média satisfatória poderão ser fechadas, pois suas verbas serão alocadas em escolas mais eficientes.
Objetivo: Aumentar a...
tracking img