Politicas publicas de acesso e permanencia na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1735 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

MARIA RODRIGUES DA SILVA
7º SEMESTRE










POLÍTICAS PÚBLICAS DE ACESSO E PERMANÊNCIA NA ESCOLA (PBF)





















Porto velho
2012

MARIA RODRIGUES DA SILVAPOLÍTICAS PÚBLICAS DE ACESSO E PERMANÊNCIA NA ESCOLA (PBF)








Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Estatística e Indicadores Sociais, Metodologia da Pesquisa Científica, Processos de Trabalho e Serviço Social e Oficina de Formaçao – Tecnologia da Informaçao.

Prof.(s): Heleanara Regina Sampaio, Edna Braun, AmandaBoza e Rodrigo Zambon.












Porto Velho
2012
INTRODUÇÃO

Vivemos em um mundo globalizado, onde a informação acontece em um processo dinâmico. A globalização econômica, as propostas pós-modernas de culturas e os movimentos socias, apesar de serem opostos, acreditam na educação e vêem nela um meio para atingir seus objetivos (PRETTO, 1996).
A sociedade já percebeu que ocaminho é a educação se pretendemos que o país alcance os maiores indíces de desenvolvimento econômico devemos preparar os jovens para que participem como coadjuvantes e não como expectadores do contexto social.
Dessa forma, como produto, bem ou serviço, a Educação converte-se num alicerce não restrigida a somente o espaço escolar, mais ampliada para os processos gerais da formação continuada e dodesenvolvimento ao longo da vida, eleita como fator estratégico na construção de uma nova sociedade (SILVA, 1996).
Atualmente, temos algumas políticas de incentivo para o acesso e permanência da criança na escola, aqui destacaremos o Programa Bolsa Família, enquanto política educacional proposta pelo Governo e compreender se o mesmo realmente auxilia no acesso e permanência ao bancos escolares,contribuindo para a inclusão e/ou exclusão social.

DELIMITAÇÃO E FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Analisar o Programa Bolsa Família (PBF), enquanto política de incentivo e combate a evasão escolar.

OBJETIVOS
GERAL
Avaliar o Programa Bolsa Família enquanto política educacional proposta pelo Governo e compreender se o mesmo realmente auxilia no acesso e permanência aos bancos escolares.

ESPECÍFICO• Avaliar o Programa Bolsa Família enquanto política educacional;
• Investigar a eficácia do Prograna Bolsa Família como Política no combate a evasão escolar;
• Analisar o Programa como política de combate a fome, a pobreza e a desigualdade socia.


JUSTIFICATIVA

O presente trabalho vem contribuir de forma significativa para os debates entornos das PolíticaEducacionais, aqui em especial falaremos sobre o Programa do Bolsa Familia, se estas contribuem para o acesso e permanência na escola ou seria mais um modelo de proposta fadada ao fracasso. Conforme SHIRONA (2001) afirma:
A prioridade do Estado nessa década foi assegurar o acesso e permanência na escola e xemplificanda pelos programas:“Acorda Brasil! Tá na hora da Escola!” , Aceleração da Aprendizagem, Guia do Livro Didático – 1ª a 4ª série. A mais importante e eficaz, no entanto, para assegurar a permanência das crianças na escola é, na visão do Ministério da Educação e Cultura (MEC), a Bolsa Escola, que concede um auxílio financeiro a família com crianças em idade escolar, cuja renda per capita seja inferior a um mínimo estipuladopelo programa. A bolsa está condicionada à matrícula e a frequência dos filhos, no ensino fundamental. O ministro anuncia que a ampliação de tal programa deve ser um dos principais desafios da política educacional dos país para a próxima década. (p.88).

Nos últimos anos muito se discutiu sobre direito à renda. Após uma intensa caminhada pelo Congresso Nacional, precisamente no dia 08 de...
tracking img