Politicas institucionais de combate ao crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE DE VITÓRIA DA CONQUISTA










“ÁGUA, RESPONSABILIDADE NOSSA”

VAMOS PRESERVA-LA





SILVANA DA CRUZ FRANÇA








VITÓRIA DA CONQUISTA
2012




INTRODUÇÃO



Com base em dados da Agencia Nacional da Agua (ANA), Enquanto a maioria dos países do planeta vive problemas relativos a escassez da água, o Brasil está numa situaçãoprivilegiada em relação a disponibilidade hídrica do seu território: cerca de 17% da água doce superficial e aproximadamente 80% do aquífero Guaraní (maior reserva subterrânea do mundo) encontram-se em seu território.


Entretanto cerca de 60% da água superficial brasileira, principal fonte de abastecimento de água no país, encontra-se na região norte, a região menos habitada do país, enquantooutras regiões convivem com a escassez. É o caso da região semi-árida nordestina que sofre com as condições hidrológicas desfavoráveis e a apropriação desigual dos recursos hídricos, ou o caso da maioria das metrópoles e grandes cidades brasileiras, que preponderantemente situam-se em uma faixa que vai do litoral até 200 quilômetros interior adentro, onde situa-se a maioria da população brasileira.Essas cidades, em sua grande maioria, convivem com a escassez de recursos hídricos devido ao desperdício da água potável, à poluição dos corpos d´água e ao manejo inadequado dos seus mananciais, apesar de disporem de situação hidrológica confortável.


O grande desperdício de água hoje e a preocupação de uma possível falta de água no futuro, despertou o interesse dos professores pelaexploração, o conhecimento e a preservação do meio ambiente em que estamos inseridos, denunciando e elaborando um projeto emergencial e outros, caso necessário, sempre que nos sentirmos ameaçados.

Este projeto tem como objetivo central a conscientização de alunos, funcionários e até mesmo da comunidade do entorno escolar, evitando desperdícios, despertando todos para a sua conservação e suapreservação, visto que, é um bem renovável que está se transformando em raridades em algumas regiões do País.
Neste projeto buscarei parceria da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) e da EMBASA,( Empresa Baiana de Agua e Saneamento ) com palestras e a visitação a estação de tratamento de água e esgoto de Vitória da Conquista.
Discussões e leis à parte, o fato é que a demanda por água cresce acada ano e as reservas disponíveis não são inesgotáveis, ações devem alertar a sociedade para a importância da economia da água dentro de casa, até o estabelecimento de políticas públicas que garantam o gerenciamento democrático, sustentável e integrado dos recursos hídricos.


JUSTIFICATIVA


O alerta tem sido repetido, cada vez com mais intensidade, no mundo inteiro: a escassez de água éum dos maiores desafios do nosso século. Hoje, mais de 70% da água doce utilizada no mundo vai para a agropecuária, ou seja, para a produção de alimentos. Em diversos países, depois de se chegar ao limite máximo de utilização da água superficial disponível, vem-se procurando usar a água subterrânea, através da perfuração de poços. O bombeamento é tamanho, que a água não se renova.
Como não seconsegue regenerar toda a água retirada, os aquíferos vêm sofrendo depleção e gerando rebaixamento do solo em muitas regiões. Ou seja, mais de meio bilhão de pessoas consomem alimentos produzidos com água retirada do solo de forma insustentável, predatória. Como essa água não está sendo reposta, deixa de ser um bem natural renovável, infinito. Passa a ser um bem finito, cada vez mais escasso.
NoBrasil, as preocupações de cientistas e ambientalistas nem sempre são levadas a sério. Afinal, temos mais de 12% da água potável do globo. Uma riqueza, porém, extremamente mal distribuída: cerca de 80% estão na região amazônica; os 20% restantes se distribuem desigualmente pelo país, atendendo a mais de 90% da população. Em 9 regiões metropolitanas, a situação é crítica: os sistemas de abastecimento...
tracking img