Politica cambial chinesa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. -------------------------------------------------
Introdução
O trabalho a seguir tem como objetivo explicar a Política Cambial Chinesa e seu crescimento desenfreado tornando hoje uma das maiores potências.
Com uma política extremamente rígida, inflexível e controladora a China é hoje uma das maiores potências do mundo. A economia chinesa tem se destacado dentre as demais economiasemergentes, quando nos referimos as taxas de crescimento no período pós-reforma a partir dos anos 70. Existem muitos aspectos associados a este fenômeno, comercial e financeira, dentre eles a o regime cambial rígido tem de destacado entre os demais.
No ano de 1990 o modelo baseado na moeda desvalorizada e na mão de obra barata fez com que os custos de produção despencassem e a competição com os demaispaíses tornou-se impraticável. Desde então a China opera com a política de câmbio fixo, política essa determinada pelo governo que não se altera, as vantagens é que há um controle maior da inflação e a desvantagem é que a política monetária fica dependente do volume de reservas cambiais. Apesar do alto controle que o governo mantém para que a política continue a mesma vem sofrendo pressão de paísescomo Estados Unidos, para que a política cambial chinesa deixe de ser fixa e passe a ser flutuante. A variação da moeda chinesa é controlada pelo governo que por sua vez permite a valorização mínima, impedindo que a moeda se valorize do mesmo ritmo das outras em relação do dólar.
Extremamente conservadora a China hoje é a que mais exporta para os demais países e é exatamente por isso que suaeconomia cresce vorazmente em relação aos demais países. O mundo que antes aprovou o crescimento chinês agora pede para que o país deixe a moeda valorizar, pare de poupar e consuma mais para ajudar a crise mundial a ser deixada para trás.
Conforme explica Paulo Vieira, especialista em mercados emergentes da Tandem Global Partners: “É uma política deliberada. Eles fazem isso porque é uma estratégiamercantilista de concorrência. Eles precisam fazer esse tipo de exportação”. O fato é que enquanto a situação estiver favorável para a China, dificilmente o governo chinês abrirá mão do modelo atual utilizado por eles.

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------

-------------------------------------------------

2.-------------------------------------------------
Histórico
A República popular da China possui a segunda maior economia do mundo. O seu produto interno bruto é estimado em US$ 7,3 trilhões, de acordo com dados levantados em 2011, enquanto seu poder de compra foi calculado em pouco mais de US$ 11,3 trilhões. De acordo com o Fundo Monetário internacional, a renda per capita do país está em 5.185 dólares porpessoa, com um crescimento de 8% ao ano nos últimos 30 anos. A China é a nação com o maior crescimento econômico dos últimos 25 anos, com a média do crescimento do PIB em 10% por ano. (Anexo 1).
Desde sua fundação em 1949, até a morte de Mao Tse-Tung e o fim da Revolução Cultural, a República Popular da China adotava um estilo soviético de economia planificada. Após esse período, em 1978, DengXiaoping faz uma reforma econômica, transformando a economia da China em economia mista. As reformas de Xiaoping incluíram a privatização das fazendas, pondo fim à agricultura coletiva, e indústrias estatais que fossem consideradas de baixo desempenho na época, como mineração e produtos básicos. Em 1978, com a normalização das relações com o Japão, a China aceita um empréstimo dos mesmos e desteentão, este tem sido o maior credor estrangeiro do China. 
Em 1997 abandonaram o socialismo de mercado, adotando o capitalismo convencional, acabando assim com o princípio de propriedade estatal e executando um segundo programa de privatização. Em 2001, para concretizar sua condição de economia globalizada, a China foi aceita na Organização Mundial do Comércio. Atualmente, 70% da economia da China...
tracking img