Policarpo de esmirna - aos filipenses & martirio de policarpo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (491 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Policarpo de Esmirna. Aos Filipenses & Martírio de Policarpo “In: Padres Apostólicos. São Paulo: Paulus, 1995. 137p á 157p.
Na primeira carta aos Filipenses é relatado o envio das cartas de Ináciopara os próprios Filipenses contendo lições de fé, perseverança e toda edificação na pessoa de Jesus Cristo. Na segunda carta aos Filipenses, Policarpo e os presbíteros saúdam a igreja estrangeira emFilipos e começa a tratar das seguintes assuntos: Da frutificação da fé dos filipenses na pessoa de Jesus Cristo que permanece até agora (através, por exemplo, do acompanhamento dos que estavamacorrentados). Inquiriu ao Filipenses crer firmemente naquele que ressuscitou Jesus Cristo dos mortos e lhe deu gloria, trono a sua direita e a submissão de tudo que existe no céu e na terra. E também Deusressuscitará aqueles que fizerem a sua vontade e se abster de tudo o que lhe desagrada. Para notarem que as cartas de Paulo é a mãe de todas que poderiam ser edificadas. Como dever, a igreja nãodeveria amar o dinheiro e sim revestir da justiça de Deus. Como dever, as esposas deveriam andar na fé dada pelos seus maridos e seus filhos andarem no temor do Senhor. Como dever, as viúvas deveriam sersabias e intercessoras por todos e se afastando da aparência do mal, andando de forma digna nos mandamentos. Como dever, os diáconos deveriam ser irrepreensíveis e servidores de Deus, e não dos homens.Também os jovens deveriam permanecer submissos e irrepreensíveis em tudo, repelindo os desejos do mundo. Já os presbíteros, deveriam permanecer compassivos e misericordiosos com todos no cuidado dosdoentes, das viúvas, dos órfãos e pobres e ensinando com temor no Senhor. A igreja precisaria vigiar contra os ensinamentos falsos, daqueles que não confessam Jesus Cristo em carne e distorce a palavrado Senhor. A igreja deveria imitar o modelo de perseverança de Cristo e dos mártires e serem amantes da fraternidade, amando e submetendo-se mutuamente. A tristeza de Policarpo é exposta de Valente...
tracking img