Políticas Educativas e Curriculares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 29 (7191 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 21 de setembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
 UAB – UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL






LUIS ALBERTO SARTE







POLÍTICAS EDUCATIVAS E CURRÍCULARES. 














NOVA IGUAÇU
2013


LUIS ALBERTO SARTE





POLÍTICAS EDUCATIVAS  E CURRÍCULARES 







NEAC apresentado à UAB – Universidade Aberta do Brasil – comorequisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Ciências da Educação.















NOVA IGUAÇU
2013
UAB
Universidade Aberta do Brasil
Mestrado em Ciências da Educação

Políticas educativas e curriculares


LUIS ALBERTO SARTE

RESUMO

Entende-se por políticas públicas educacionais aquelas que regulam e orientam os sistemas de ensino, instituindo aeducação escolar. Através de leis produzidas pelos poderes públicos que visam atender as demandas da sociedade, mas que ao longo dos anos vem priorizando as classes mais favorecidas da nossa sociedade. Entretanto, o processo de ensino e aprendizagem brasileiro só ganhou uma nova roupagem a partir do século XIX. E com o surgimento das leis orgânicas e leis de diretrizes e bases da educaçãobrasileira no inicio do século XX. Tendo praticamente universalizado o ensino público no governo neoliberal do Presidente Fernando Henrique Cardoso.
O currículo é o enfoque principal da educação. Seu caráter é socializador, onde repercutem os interesses sociais e políticos. Relacionar as mudanças ao universo escolar é sustentar a funcionalidade da escola. Ao contextualizá-lo deve se ter claro que esseinstrumento é cultural e social, onde se alicerça a vida social e democrática do país, visto que a formação real deve ser sustentada por todos os envolvidos com o fazer educação, como: A Sociedade, as políticas, a escola, o professor e o aluno.
O presente trabalho parte da pesquisa sobre politicas públicas e curriculares no Brasil. Em suma, políticas públicas são as decisões de governo queinfluenciam a vida de um conjunto de cidadãos. São os atos que o governo faz ou deixa de fazer e os efeitos que tais ações ou inações provocam na sociedade. O processo de políticas públicas numa sociedade democrática é extremamente dinâmico e conta com a participação de diversos atores em vários níveis. O desejável é que todos os afetados e envolvidos em política pública participem o máximo possívelde todas as fases desse processo: identificação do problema, formação da agenda, formulação de políticas alternativas, seleção de uma dessas alternativas, legitimação da política escolhida, implementação dessa política e avaliação de seus resultados. Políticas públicas são aqui entendidas como o "Estado em ação", ou seja, é o Estado implantando um projeto de governo, por intermédio de programas, deações voltadas para setores específicos da sociedade.
Inegável, por certo, que o estudo das políticas públicas no Brasil foi marcado profundamente pela evolução sociológica do Direito como um todo, acompanhando a consolidação do chamado Estado democrático de direito, o Estado constitucional pautado pela defesa dos direitos de liberdade e pela implementação dos direitos sociais. No Estadoconstitucional, pautado pelas teses do novo constitucionalismo, a função fundamental da Administração Pública é a concretização dos direitos fundamentais positivos, por meio de políticas públicas gestadas no seio do Poder Legislativo ou pela própria Administração, políticas estas formuladas por intermédio de intelecção sociológico-política.Palavras-chave:educação,gestor-educacional,liderança,aprendizagem,cirrículo, política.
INTRODUÇÃO

1-Políticas Públicas

Politicas públicas é o conjunto de ações promovido pelo gestor público: federal, estadual e municipal voltadas para o bem estar da sociedade, mas nem sempre esses atos conseguem contemplar de forma satisfatória todo o grupo populacional, em determinados períodos acertando e em outros tropeçando, mas sempre em busca de resultados...
tracking img