Poder e estado

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB
UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL – UAB
CURSO: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
DISCIPLINA: CIENCIAS POLITICAS
DOCENTE:
DISCENTES: AGNOVALDO COSTA SANTOS
FABRICIA KARANA DE SANTANA REIS
ODILON LÔBO JÚNIORROSANE NAYARA FREITAS FONSECA
VALDEY SOUSA DOS SANTOS


PODER E ESTADO
O poder pode ser visto como a capacidade ou a possibilidade de agir, de produzir efeitos. Mas essa noção de poder é muito ampla e pode se referir até a objetos ou fenômenos naturais. É preciso então restringi-lo ao nosso universo político. Sendo assim, quando nasceu apolítica? Assim, podemos entender o poder social como sendo a capacidade do homem ou de um grupo de determinar o comportamento de outro homem ou de outro grupo. : fala-se de poder político então quando se estuda os fenômenos políticos. as esferas do poder político: mesmo dentro de uma comunidade ou entre comunidades o poder político é composto por várias esferas (como por exemplo, a educacional,sanitária, urbanística, exterior, etc.)
O que se quer salientar é a essência do pensamento do filósofo quanto ao objetivo de um bom governo. Não há, neste momento, um exercício explícito de preferência por uma forma ou por outra. Trata-se de um alvo comum em todas as formas de governo: o bem público. Entendendo o critério de Aristóteles, concluímos que para ele não basta que exista um consenso entre aspessoas e classes, nem que se possa prevalecer pela força. Não é questão de se visar à legalidade ou questionar a ilegalidade. O que se busca, sobretudo, é o interesse comum a todos. É o ajustamento social que permita aos cidadãos o pleno desenvolvimento. Esse é o principal critério utilizado para mensurar qual seria a melhor forma de governo. Aristóteles entende que o valor, a justiça e o bomsenso devem estar presentes no estado e conseqüentemente no indivíduo, O propósito aristotélico é bem claro: o homem é um ser racional e social, precisa desenvolver as suas potencialidades. Esse desenvolvimento somente será possível dentro de um contexto sociabilizante.O estado de Aristóteles visa ao bem comum de todos, incluindo governantes e governados. Aqui temos o seu objetivo principal,conforme se pode notar, em seus comentários.
Poder
Sabemos que existem diferentes formas de poder e que estas podem encontrar-se tanto nas relações sociais e no mundo do trabalho como nas relações íntimas. Poder é o que distingue a posição de liderança. Os tipos de poder organizacional são: poder legítimo, poder de recompensa, poder coercitivo, poder de especialização, poder de referência e poder deinformação.
O conceito de Poder varia no tempo e em função da corrente de pensamento abordada pelos diferentes autores. Vários autores trataram dessa questão. Cada um deles entendeu o Poder de uma maneira mais peculiar. A definição dada por adeptos do pensamento marxista chama de poder “a capacidade de uma classe social de realizar os seus interesses objetivos específicosO poder de coação dá de punição, possui um poder coercivo se uma pessoa imaginar que poderá puni-la seja pelo uso da força física seja retirando-lhe os privilégios ou as liberdades. Geralmente, este tipo de poder é exercido sob a forma de ameaças verbais ou não verbais tais como o franzir de uma sobrancelha. Reencontramo-lo no mundo do trabalho sob aforma de ameaças de rompimento do contrato de trabalho ou de suspensão de funções, se não nos curvarmos perante as regras da organização (ausências, atrasos, etc.). Na família, os sinais de tal poder podem ser evidentes, como é o caso da palmada dada a uma criança. Podem, de igual modo, ser mais subtis quando o seu parceiro amua e deteriora o clima do serão ou ainda quando o priva de relações...
tracking img