Pneus residuos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1225 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Titulo da Resenha: A gestão do sistema logístico inverso para pneus-resíduo e sua relação com a eficácia e eficiência


Referencias Bibliográficas: BERNON, M. The Efficiency of Reverse Logistics. (Relatório Técnico), Cranfield, Inglaterra: Cranfield University, Department of Transports, 2004.
COOPER, M., & ELLRAM, L.. Characteristics of Supply Chain Management and the
Implications forPurchasing and Logistics Strategy. The International Journal of Logistics Management, Vol.4, n.2, p. 34- 43, 1993.
DE BRITO, M. Managing Reverse Logistics or Reversing Logistics Management? Tese de Doutoramento, Erasmus Research Institute of Management, Erasmus University, Roterdão, Holanda, 2004.
GUIDE JR., V. D. R., JAYARAMAN, V., SRIVASTAVA, R., & BENTON, W. C.
Supply-Chain Management forRecoverable Manufacturing Systems. Interfaces, Vol.30, n. 3, p. 125-142, 2000.
JAHRE, M.. Household waste collection as Reverse Channels – a theoretical perspective.
International Journal of Physical Distribution and Logistics Management, Vol.25, n. 2, p. 127– 135, 1995a.
JAHRE, M.. Logistics Systems for Recycling- Efficient Collection of Household Waste. Tese de doutoramento, Department ofLogistics and Transportation, Chalmers University of Technology, Gotemburgo, Suécia, 1995b.
KOPICKI, R., BERG, M., & LEGG, L. Reuse and Recycling - Reverse Logistics
Opportunities, Oak Brook, IL: Council of Logistics Management, 1993.
LAMBERT, D., & COOPER, M. Issues in Supply Chain Management, Industrial Marketing Management. Vol. 29, n. 5, p. 86 – 93, 2000.
STOCK J. R. Reverse Logistics. Councilof Logistics Management, Oak Brook, USA, 1992.
STOCK, J. R. Development and Implementation of




















INTRODUÇÃO

Pneus-resíduo são fabricados para percorrer uma cadeia de suprimentos até chegar ao consumidor final, como serviços de suporte aos clientes e recuperação de produtos.Logística Inversa: definições e breve histórico


A logística inversa busca discutir alguns tópicos fortemente relacionados que foram encontrados na literatura investigada, estuda também os fluxos de materiais que vão do utilizador final do processo logístico original, a um novo ponto de consumo ou reaproveitamento, onde a diferença entre logística inversa e direta é omovimento dos clientes para os fornecedores.
Um estudo realizado por Stock reconhece de uma forma genérica a LI como relevante para a sociedade e para os negócios. E outro estudo feito por Kopicki aponta as vantagens da reciclagem e recuperação dos produtos.
A logística inversa passa a ser associada à questão mais operacional, onde para caracterizá-la partimos dos pressupostos de Rogerse Tibben-Lembke que a logística parte do conceito que é um processo de planejamento, implementação e controle eficiente de matérias-primas, materiais em processo, produtos acabados e informações relacionadas ao ponto de origem para o ponto de consumo para atender as necessidades dos clientes.
A gestão de resíduos refere-se principalmente a coleta e processamento de produtos ou materiaisque são descartados. A LI concentra-se nos fluxos onde existe um certo valor a ser recuperado dos produtos e materiais e estes podem entrar em uma nova cadeia de suprimentos.

O problema dos pneus-resíduo

Quando não podem mais ser reutilizados, os pneus passam a ter a fase final, onde desse determinado momento são chamados de pneus-resíduo, e este servem como local para procriação demosquitos e outras doenças. Ao ser enterrado em aterros sanitários pode causar problemas, pois os pneus podem com o tempo voltar à superfície, onde tem relação também com questões empresariais, tecnológicos, ambientais e da sociedade. A Directiva 99/31/CE de 1999 determina que pneus em fim de vida, não podem ser dispostos em aterros.
CONAMA estabelece o conceito de que o produtor é o...
tracking img