Pneumonia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Segundo Hansel e Dintzis 2007, Pneumonia é um termo genérico que se refere á inflamação e consolidação(solidificação) do parênquima pulmonar e, com frequência, é causada por bactérias. Comumente a pneumonia ocorre em três cenários:
* . Pneumonia adquirida na comunidade: ocorre em indivíduos sem distúrbio primário do sistema imune
* . Pneumonia hospitalar: provocada emindivíduos suscetíveis por microrganismos dispersos no meio hospitalar.
* . Pneumonia oportunista: afeta indivíduos imunodeprimidos.

Ainda Hansel e Dintzis 2007, A maioria das bactérias que causam pneumonia é habitante normal da orofaringe. As bactérias podem alcançar os alvéolos por aspiração de secreções, inalação de microrganismos, disseminação hematógena ou disseminação direta. Os fatoresde risco para pneumonia bacteriana incluem tabagismo, bronquite crônica, alcoolismo, desnutrição grave, doenças debilitantes e diabetes mal contralado.
A pneumonia é subdividida em pneumonia lobar (consolidação de um lobo inteiro) ou broncopneumonia(focos dispersos em um ou vários lobos). A pneumonia lobar é causada mais comumente por infecção por pneumococos ou Klebsiella, e demonstra uma sériede achados patológicos bem definidos que incluem:
* Multiplicação de microrganismos, edema e congestão
* Hepatização vermelha: desenvolvimento de exsudato alveolar contendo neutrófilos e hemacias que levam o pulmão a tornar-se firme e vermelho, com aspecto semelhante ao do fígado.
* Hepatização cinza: ingestão de detritos por macrófagos e exsudatos supurativo fibrinoso que torna opulmão firme e acinzentado
* Resolução: degradação do exsudato consolidado.(Hansel e Dintzis 2007).

Quando a pneumonia vem efetivamente a ocorrer, isso se deve a organismo extraordinariamente virulento, grande inoculo ou distúrbio nas defesas do hospedeiro. Em pessoas não hospitalizadas, as bactérias chegam ao pulmão por uma das quatro vias: inalação do ar ambiente, aspiração das vias aéreassuperiores anteriormente colonizadas, disseminação direta de locais de infecção contíguos ou disseminação hematógena. Os pacientes em estado crítico podem adquirir organismos de sondas nasogastricas colonizadas ou de sonda endotraqueal. Vários agentes que causam pneumonias e infecções do trato respiratório inferior são aspirados da árvore traqueobrônquica ou inalados pelo pulmão juntamente com o arque respiramos.

Ainda Hansel e Dintzis 2007, tipicamente a pneumonia bacteriana caracteriza-se pelo preenchimento dos alvéolos com leucócitos polimorfonucleares e, com freqüência, esta associada ao inicio súbito de febre, mal estar e tosse produtiva.
Segundo Silva 2001, Pneumonia é um processo inflamatório exclusivo ou predominante do parênquima pulmonar, sem reação granulomatosa ou necroseostensivas. Desta forma, ficam excluídas situações em que a lesão granulomatosa é o padrão lesional predominante como ocorre na tuberculose e nas micoses(exceção para a pneumonia tuberculosa) e situações em que a necrose e dano predominante como ocorre no abscesso do pulmão(excetuadas as pneumonias estafilocócica e por germes Gram-negativos).
Ainda Silva 2001, constata-se pelo registro necrológicoque as doenças respiratórias são responsáveis por aproximadamente 12% das mortes notificadas no país, sendo as pneumonias responsáveis por quase metade destes óbitos.
A profilaxia das infecções respiratórias é eficaz para prevenir infecção pneumocócica e pelo vírus da influenza, em determinados grupos populacionais como pneumopatas, cardiopatas crônicos e idosos em geral. (Silva 2001).Segundo Porth 2004, As bactérias entram nas vias aéreas inferiores, mas normalmente não causam pneumonia devido aos extensos mecanismos de defesa.
Segundo, Robbins &Cotran 2005, A pneumonia por aspiração ocorre em pacientes acentuadamente debilitados ou que aspiram o conteúdo gástrico em momentos de inconsciência (p.ex, após um ataque) ou durante episódios repetidos de vômitos. Esses pacientes...
tracking img