Pneumatologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Avaliação Modular Dissertativa 1 - “Pneumatologia”
Karla Monteiro Sanches de Moraes Fonseca
- O que é pneumatologia?
Na teologia cristã, a pneumatologia refere-se ao estudo do Espírito Santo, a terceira pessoa da Trindade. De acordo com o Guia de Estudos, a expressão Pneumatologia significa compreensão ou conhecimento (logia) bíblico-teológico sobre a doutrina do Espírito Santo – em hebraicochamado “Ruah” e, no grego, “Pneuma”, ambos com sentido de vento, força vital, espírito.
- Qual é o tempo do Espírito Santo?
O tempo do Espírito Santo é o tempo da ação, da intervenção transformadora de homens e mulheres sobre si mesmos, sobre as demais pessoas, a sociedade e o mundo, num processo histórico dialético.
A ação transformadora se dá em diferentes modalidades, que vão da passividadedo indivíduo até o grau mais radical de atividade, que é a revolução. Nesse processo, há ainda os estágios da atividade e resistência, mas todos eles acontecem na história, em meio a suas contradições, não se caracterizando de forma alguma como um progresso positivista. Até mesmo porque não se trata de evolução humana, mas da ação do Espírito Santo nas pessoas que O desejam, apesar de suaslimitações. Afinal, é o Espírito quem convence do pecado, da justiça e do juízo (cf. Jo 16.8), em suas dimensões individuais e sociais.
Essa é uma reflexão nascida da teologia latino-americana – marcada pelo conceito de libertação – e desenvolvida por Comblin. Nogueira comenta sobre essa importante contribuição teológica em Panorama da Literatura Pneumatológica Publicada no Brasil nos Últimos TrintaAnos: “O Espírito realiza sua obra pela ação (...) o Espírito faz os homens entrarem no tempo da ação, que é seu tempo” (NOGUEIRA, 1998, p.263).
- Qual o sentido teológico da ação do Espírito Santo no ministério de Jesus Cristo, segundo os evangelhos canônicos?
Observando os Evangelhos Canônicos percebemos que Jesus Cristo agia com e por intermédio do Espírito Santo de Deus. O Espírito estevepresente em toda a sua vida e ministério, desde a concepção da virgem até a morte na cruz e ressurreição.
Essa afirmação é resumida em um dos postulados (n.3) das Teses Teológicas Fundamentais sobre Pneumatologia, de Claudio de Oliveira Ribeiro: “a Palavra de Deus feita carne pela operação do Espírito nada faz sem o próprio Espírito”.
O autor complementa no postulado de número 11:

“O Espíritoque é e vem de Deus sempre se refere à revelação de Deus em Cristo. Por toda a sua conduta Jesus manifesta que nele age o Espírito (Lucas 4.14). No Espírito, ele tem acesso ao Pai (Lucas 10. 21), enfrenta o demônio e liberta as suas vítimas (Mateus 4. 1 e 12. 28) e traz aos pobres a Boa-Nova e a Palavra de Deus (Lucas 4. 18)”.

Assim, podemos afirmar que o sentido teológico da ação do EspíritoSanto – fonte da vida –no ministério de Jesus é trazer vida em abundância (cf. Jo 10:10): “vida verdadeira, completa, desimpedida, indestrutível e eterna, já aqui mesmo no tempo presente” (NOGUEIRA, 1998, p. 271).
A renovação da vida – agora marcada pela santificação, alteridade, amor e justiça – a salvação e a reconciliação de Deus com a humanidade através da graça e da pessoa de Jesus: “Isto é,Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação” (2 Co 5.19).
Isso significa dizer que, também em nós, o Espírito promove uma atualização da obra salvífica de Jesus para o tempo presente, testificando nossa filiação para com Deus (cf. Rm 8.16). Como seres renascidos e reconciliados, o Espírito de Deus em nós nosimpele para uma vida em unidade com o Pai e com o próximo, tendo como balizadores o amor e a justiça, nos envolvendo na ação missionária de Deus (Missio Dei), integral, “até os confins da terra”.
Podemos considerar também para esta análise os diferentes enfoques relacionando a cristologia e a pneumatologia nos evangelhos. Conforme reflexões nas teleaulas, em Lucas, temos predomínio linguagem...
tracking img