Pluralismo e servico social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1581 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Pluralismo e Serviço Social
Publicado em: 28/02/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 1,778 |

Introdução
O serviço social,  como trabalho especializado na sociedade, é uma profissão que se situa no âmbito das relações sociais, isto é, relaciona com as várias dimensões da vida social. Ela se configura  e se recria no âmbito das relações entre o Estado e a Sociedade , ( Iamamoto, 2004, p.171)respondendo as necessidades sociais dos sujeitos através das políticas sociais geridas pelo Estado.
A profissão se inscreve em um campo minado por interesses antagônicos (da classe dominante e da classe dominada) e tem a Questão social, como objeto de trabalho.  A Questão Social, segundo Iamamoto, é impensável sem intermediação do Estado, pois foi só através do seu reconhecimento que o Estado amplia-see passa a gerir e administrar o conflito de classe, e conseqüentemente, abrem espaço para o Assistente social ao criar políticas publicas para o enfrentamento da questão social. (Iamamoto, 2004, p.172)
É na dinâmica contraditória da  vida em sociedade que  atravessa o fazer dos Assistentes sociais, Isto implica aos profissionais uma analise da conjuntura- como foco previlegiado da questãosocial-  para atuar ‘' sobre e na realidade social''. ( Iamamo to, 2003, p.55)
No contexto atual, a globalização, a reestruturação produtiva (expressada pela flexibilização e precarização do trabalho), o aumento da desigualdade social e da pobreza, tem posto  novos desafios ao exercício profissional, devido ‘'ao agravamento das múltiplas expressões da Questão social, base sócio-histórica da requisiçãosocial da profissão ( Iamamoto, 2003).
Essas mudanças na produção de bens e serviços se complementam com novas relações entre Estado e sociedade de classes- que tem resultado em uma radicalização da questão social-, atingem diretamente o trabalho cotidiano profissional (iamamto, 2004, p.181), colocando " novas problemáticas'' significativas- tais como trabalho escravo, trafico humano, turismosexual, entre outros-  e novas tendências  embuidas pelos ideiais neoliberais, em que o Mercado é o centro, isto é tem –se uma  progressiva  mercantilização  do atendimento  as necessidades sociais, decorrentes da privatização das políticas sociais.
 Diante das novas tendências, impostas pelos ideais neoliberais, pensar  Serviço Social na contemporaneidade, primeiramente é preciso entender como asmatrizes ideológicas que sustentaram e sustentam se comportam na atualidade. Sobretudo o impacto que estas têm trazido a profissão.
A questão do Pluralismo metodológico nas ciências sociais
A crise capitalista desencadeado entre os anos de 1960e 70 provocou mudanças em diferentes esferas da vida social (modernização social e cultural), pairando nas ideologias que interpretavam a realidade social( positivismo e teoria marxiana), abrindo novos caminhos como caminhos analíticos alternativos para se fazer ciência e conhecer a realidade social. ( Siminonatto, p.3-5)
Essas mudanças afetaram campo das ciências sociais, provocando uma suposta crise dessa ciência, sustentada pela ‘'falência'' da teoria marxiana, como eixo central. Na busca de solução para essa crise, o caminho encontrado poralguns estudiosos, foi o do pluralismo metodológico, que segundo Tonet, é um caminho equivocado (p.35), pois está fundada na subjetividade , ‘'isto significa que toda problemática é examinada de um ponto de vista do sujeito e não da integralidade do processo de conhecimento''(p.45). Este caminho é considerado por Tonet ‘'o mais extravio da razão, a forma mais refinada de impedir a corretainterpretação do mundo que funde a radical superação da sociabilidade regida pelo capital ‘'. (Tonet, 1995, p.56)
Como foi citado  anteriormente, há duas matrizes da ciência moderna,  interpretativa da realidade, que fazem parte do campo das ciências socais.
A primeira é o positivismo, de tradição empiricista, sustenta a cientificidade burguesa, no qual a trata cada parte da  realidade social como algo...
tracking img