Plaquetas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A cromatografia em papel é uma técnica simples e econômica de separação dos componentes de misturas, podendo em alguns casos ter uma aplicação qualitativa e quantitativa.Classifica-se como cromatografia líquida-liquida, e a separação ocorre por partição do soluto entre os líquidos.
É baseado em diferentes solubilidades relativas dos componentes da amostra nafase que se move (líquida) e na fase estacionária (líquida). Os componentes menos solúveis na fase estacionária apresentam uma movimentação mais rápida no papel, já os mais solúveisapresentam uma movimentação mais lenta.
Esta separação que ocorre na cromatografia em papel é baseada de fato de que a celulose do papel é constituída por 2000 ou mais unidades deglicose anidra ligadas por átomos de oxigênio e, consequentemente um líquido polar como a água terá grande afinidade pelas hidroxilas de cada glicose, que então formará pontes dehidrogênio, ficando retido e funcionando como fase estacionária. Já os líquidos menos polares serão repelidos por essa estrutura, funcionado como fase móvel (CECHI, p. 135,136. 2003).A cromatografia utilizada em papel é uma técnica útil para a separação de componentes de determinada mistura, realizando-se uma análise qualitativa em função dos fatores deretardamento e das cores apresentadas. Há também a possibilidade de realizar a análise quantitativa através do densitômetro, bem como a extração dos componentes separados mediante um solventeadequado, utilizando um método instrumental para quantificar os componentes isolados.
Sua forma mais simples é a cromatografia ascendente, que utiliza uma tira de papel decomprimento e largura variável, em função da cuba cromatográfica. A realização das marcações na tira do papel são feitas através das marcações em sua borda a cerca de 2 cm de uma das borda
tracking img