Plantão psicológico nas organizaçoes

A história do Plantão Psicológico

A história do Plantão Psicológico foi construída a partir de uma relação com a teoria centrada na pessoa de Rogers. Segundo Mahfoud (1987) citado por Paparelli eNogueira-Martins (2007, p. 66) “Os trabalhos publicados que referenciam o desenvolvimento da atividade em plantão psicológico são, via de regra, realizados na abordagem centrada no cliente. Contudo, éum tipo de atividade que pode também ser promovido em outras abordagens.”. Paparelli e Nogueira-Martins afirmam ainda que independente da abordagem seguida pelo conselheiro-psicólogo, o trabalho noplantão exige deste um posicionamento pessoal, ético, político, social e Profissional que favoreça a relação com o cliente, condição esta, de postura imediata, que o psicólogo encontrará não apenas notrabalho de Plantão Psicológico, mas em boa parte de suas atuações profissionais

As equipes de plantonistas têm como referencial teórico a Abordagem Centrada na
Pessoa. Esta abordagem parte dopressuposto de que há no ser humano vastos recursos
para alcançar o crescimento, definido por Carl Rogers como Tendência Atualizante.
Estes recursos podem ser ativados se houver um clima facilitador, oque exige do
estagiário a assunção de três atitudes essenciais: Consideração Positiva Incondicional,
Compreensão Empática e Autenticidade. Entendemos que esta abordagem é a que mais
se aproximados objetivos do Plantão Psicológico, pela forma como aborda a relação de
ajuda, mantendo uma postura não diretiva, o que permite que o cliente se aproprie de
seu potencial.

O plantão psicológicobaseia-se no modelo de aconselhamento psicológico proposto por Carl Rogers, o qual, inicialmente, esteve atrelado ao exame da personalidade por meio dos testes psicológicos2. No entanto, Rogers, apartir de sua prática, começa a questionar esse modelo de aconselhamento e propõe uma mudança de perspectiva, passando a dar importância ao cliente e não ao problema, à relação e não ao instrumental de...
tracking img