planos e projetos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
25/03/2014

Tema 2 : Planos, Programas e Projetos:
diferenças e especificidades e a importância
do Projeto de elaboração.
Profa. Ma. Ana Lúcia A. Antonio

Para inicio de conversa

Objetivos da aula
• Compreender sobre a importância do
planejamento na utilização do exercício
profissional .
• Conhecer as diferenças e especificidades
entre planos, programas e projetos.
• Principaisetapas de
elaboração dos planos,
programas e projetos e
a
importância
no
exercício da profissão.

1

25/03/2014

Contextualizando...

O planejamento é um instrumento de fundamental
importância para o desenvolvimento de trabalho do
profissional de Serviço Social, pois este tem
necessidades de conhecer e compreender a realidade e
assim conseguir realizar intervenções com qualidade.Após definir uma realidade,
inicia-se o trabalho de
sistematização das atividades
e dos procedimentos
necessários para o alcance dos
resultados previstos.

Contextualizando...
Todas as decisões são planejadas, sistematizadas
e explicadas em documentos que representam
graus decrescentes de níveis de decisão que são
os planos, programas e projetos, e neste processo
inclui também umtrabalho de negociação das
propostas nelas contidas.

O que é planejamento?
Para Ferreira, enquanto processo racional, o
planejamento se organiza por operações
complexas e interligadas, composta pelas
seguintes etapas:
Reflexão, decisão, ação,
retomada da reflexão

2

25/03/2014

DECISÃO

AÇÃO

REFLEXÃO

RETOMADA DA
REFLEXÃO

Diferenças
Plano -quando o documento se refere aoparecer alistado à estrutura organizacional por
inteiro.
Programa - quando se destina a um setor, a
uma área ou a uma região.
Projeto - quando se
prende no detalhamento
de alternativas singulares
de intervenção.

Diferenças

Friedmann (1996) distingue que tanto o plano,
quanto o programa, quanto o projeto têm três
dimensões essenciais para sua organização,
segundo a ordem necessáriapara sua
efetivação, com previsão de correspondências
e subordinação
(fluxograma).
Tempo, espaço e volume.

3

25/03/2014

Plano
Apresenta as decisões e caráter geral do sistema,
suas grandes linhas políticas, sua estratégias,
diretrizes e responsabilidades. Ele deve ser
estabelecido de forma aberta e simples, a fim de
dirigir os demais níveis da proposta.
É adotado como um marcode referência para estudos
setoriais e ou regionais,
com vistas à elaboração de
programas
e
projetos
específicos.

Plano
Dentro do plano são agrupados e ajustados objetivos
e metas, procurando aproveitar o modo dos recursos
da organização planejadora.
Lozano (1968) deixa como ponto de partida os
componentes estruturais de um plano: a síntese dos

fatos e necessidades que omotivam sobre a
importância da
problemática para a
instituição e para os grupos
sociais que as beneficiarão
do planejamento.

Plano
A formulação explícita da política de prioridade e as
razões para a escolha, destacando aspectos de
viabilidade institucional, política, administrativa e
técnica; o quadro ordenado, por itens, das mudanças
a operar. Níveis de rendimento, cronogra ma,

recursoshumanos,
físicos e financeiros,
fontes de financiamento.
Previsão de mudanças
legais,
institucionais e
administrativas.

4

25/03/2014

Continuando...

O que é programa?
É uma divisão do plano: os objetivos setoriais do
plano irão constituir os objetivos gerais do
programa. No programa, admite projeções mais
particularizadas à base de níveis e de informações
mais particularescom relação aos diferentes níveis,
e de informações mais
particulares com relação
aos diferentes níveis,
modalidades e
especificações de alcance
setorial ou regional.

Programa
É estabelecido no programa, o quadro de
referência do projeto, no entanto, “é algo mais
que um punhado de projetos, pois pressupõe,
também, vinculação entre os
projetos
componentes” (ILPES, 1975, p. 23)....
tracking img