Planos de aula a leitura da vida nas temáticas de artes visuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1953 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AULA 1

Escola E.E. Profª Maria Elisa de Oliveira
Turmas: 7ª série A
Série: 7ª série do ensino fundamental ciclo-II
Data: 06/09/2010.

Tema | A leitura da vida nas temáticas de Artes Visuais |
Objetivos gerais | Exercitar diferentes olhares na fruição das artes visuais |
Objetivos específicos | Provocar o aluno a perceber as relações de forma-conteúdo nas quais a intençãocriativa do artista articula formas e temáticas que se refletem mutuamente |
Procedimentos | Curadoria educativa: proposição de quatro séries de leitura, focalizando diferentes temáticas1ª leitura: O título como chave de acesso |
Metodologia | Conhecimentos priorizados: processo de criação, reflexos e reflexões da vida na arte; análise da forma-conteúdo da obra. |
Recursos | Computador comaplicativo Power Point instalado, datashow e telão |
Cronologia | 5ª aula na turma A |

A primeira obra para observação é uma instalação Ernesto Neto: Com o corpo e con templo o tempo. Porém, antes de exibir a imagem, escrevi na lousa o título da obra e propus que discutíssemos um pouco sobre ele: Que obra eles imaginavam que poderia ter aquele título? E o que imaginavam de uma obra intitulada“Sem título”?
Após a interação dos alunos com relação aos questionamentos propostos, projetei a imagem e achei importante, também, discorrer brevemente sobre cada artista cuja obra iríamos analisar. Em seguida, questionei sobre o olhar dos alunos acerca daquela obra:
- Os alunos perceberam o jogo de palavras do título?
- De que tempo o artista nos fala, ou que tempo os pede?
- Pela imagemexibida, é possível imaginar como é a instalação realmente?
- Os alunos podiam se imaginar penetrando naquele estranho ambiente?
- Os alunos percebiam o desejo do artista de afetar e provocar o observador de sua obra?

Foram muito variados os olhares dos alunos, a maioria remeteu a imagem à preguiça, pois, para eles, a obra evoca a imagem de uma cama, com os travesseiros e uma espécie de dossel.AULA 2

Escola E.E. Profª Maria Elisa de Oliveira
Turmas: 7ª série A
Série: 7ª série do ensino fundamental ciclo-II
Data: 06/09/2010.

Tema | A leitura da vida nas temáticas de Artes Visuais |
Objetivos gerais | Exercitar diferentes olhares na fruição das artes visuais |
Objetivos específicos | Provocar o aluno a perceber as relações de forma-conteúdo nas quais a intenção criativado artista articula formas e temáticas que se refletem mutuamente |
Procedimentos | Curadoria educativa: proposição de quatro séries de leitura, focalizando diferentes temáticas2ª leitura: Objetos que falam |
Metodologia | Conhecimentos priorizados: processo de criação, reflexos e reflexões da vida na arte; análise da forma-conteúdo da obra. |
Recursos | Computador com aplicativo PowerPoint instalado, datashow e telão |
Cronologia | 6ª aula na turma A |

Para essa 2ª leitura foram propostas três obras com um cunho social e político. Todas elas apresentam sinais , marcas e signos que nos oferecem referências para a sua leitura.
Sobre a obra de Rosana Paulino, Bastidores (1997), perguntei aos alunos se conheciam o objeto que a artista usou na sua obra (um bastidor parabordado) e por que eles achavam que ela tinha usado um objeto tão banal como suporte de uma foto digitalizada. Por que eles achavam que tinha feito um “bordado” sobre a boca da mulher retratada na obra?
Sobre a obra de José Rufino, Plasmatio (2002), expliquei que havia signos que revelavam uma bagagem emocional pessoal e cultural do artista, pois na instalação existem cartas enviadas por presospolíticos para suas famílias na época da ditadura e os móveis são réplicas do mobiliário onde esses presos políticos foram torturados.
Na obra de Nelson Leirner, A lot(e) de 2006, também uma instalação, figuras de super-heróis, santos, entidades da Umbanda, e personagens de Walt Disney se mesclam criando um cenário de ordem aparente, mas que nos coloca como construtores de potenciais narrativas...
tracking img