Plano de negocios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3292 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL |
| |CURSO DE ADMINISTRAÇÃO – EAD |
| |Disciplina: Desenvolvimento de Projeto |
|| |


Alan Fernandes da Silva




Estudo de viabilidade para a implantação de uma Cafeteria.




Nome do Tutor Presencial: Anderson Afonso Andrade

Nome do Tutor Virtual: Caroline Bittencourt

Nome do Professor Regente: Ney Vitor de Oliveira
Nome do Polo: SociedadeEducacional de Guanhães – Guanhães - MG










Itamarandiba – Minas Gerais
2012/3
Sumário

1. Introdução 3
2. Descrição da oportunidade 4
3. Objetivos 5
3.1. Objetivo geral: 5

3.2 Objetivos específicos: 5

4. Justificativa 5
5. Apresentação do negócio e dos fornecedores 5
5.1. Negócio 6

5.2. Produtos 6

5.3 Segmentos de mercado 9

5.4. Diferencial demercado 10

5.5. Clientes 10

5.6. Diferenciação de produtos 11

5.7 Ameaças 11

5.8 Fornecedores 11

6. Localização e instalações da empresa 13
6.1 Localização 13

6.2 Pontos favoráveis 13

6.3. Planta baixa da empresa 14

6.4. Layout da empresa 14

Referências Bibliográficas 15



1. Introdução


O projeto em questão apresentará o desenvolvimento deum plano de negócios do ramo de cafeteria. No qual, será demonstrando de forma sucinta e com base em dados fidedignos, a viabilidade para a implantação de uma cafeteria na cidade de Itamarandiba no estado de Minas Gerais.
A cafeteria oferecerá aos seus clientes os mais diversificados produtos, sempre buscando a excelência na qualidade e no atendimento, sendo esses, quesitosindispensáveis. O empreendimento terá uma infraestrutura adequada às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, assim como os órgãos fiscalizadores a nível estadual Vigilâncias Sanitárias Estaduais e o Laboratório Central (Lacen) e municipal (VISA).

“Segundo o Código de Saúde do Estado de Minas Gerais (Lei 13.317 de 24-09-1999), entende-se por Vigilância Sanitária umconjunto de ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos e agravos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e da circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde.”


Uma cafeteria e um local para amigos e familiares se encontrarem para poder lanchar e tomar um bom café, além da tranquilidade para ler e conversar com osamigos.









2. Descrição da oportunidade



Conforme dados obtidos no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – (IBGE), no estudo “Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil”, o café lidera o ponto mais alto da lista entre os alimentos mais consumidos pelo brasileiro. Ficando a frente de alimentos como o feijão, arroz, sucos e carne bovina. Conforme a mesma, opercentual de consumo fora da residência em relação ao consumo total demonstra uma forte tendência para produtos industrializados como a cerveja, salgadinho, bebidas destiladas, sanduiche e refrigerantes.
Levantamento da Associação Brasileira da Indústria do Café – (ABIC), demonstram que o consumo de café em cafeterias cresceu nos últimos sete anos, 170%. Sendo que o consumo anual ateAbril/2012 encosta em 20 milhões de sacas. O setor movimenta cerca de R$ 850 milhões por ano, e devera continuar crescendo cerca de 20% ao ano.
Os consumidores em geral estão consumindo mais café, principalmente entre os jovens. No estudo “tendências do consumo do café” realizado anualmente pela ABIC com o apoio do Ministério da Agricultura mostrou que os jovens brasileiros estão consumindo...
tracking img