Plano de negocio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de janeiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
QUAL A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTADOR?

Suas características são bem definidas, apresentando grande força física e experiência, apesar de através dos tempos, enfrentarem discriminações e desvalorizações.
Entretanto continuam atuando como verdadeiros instrumentos braçais, podendo realizar o trabalho que a indústria e o comércio tanto necessita, trabalham continuamente, muitas vezes, à noite, demadrugada, e são sim os verdadeiros “trabalhadores eventuais”.
Do ponto de vista humano e profissional, podemos afirmar que estes trabalhadores não são lembrados por nossas autoridades e marginalizados por nossa sociedade, mesmo estando atuante fora da faixa portuária a mais de décadas, prestando relevantes serviços a sociedade, sendo também figura importante no desenvolvimento econômico de nossopaís.
Este processo, do ângulo desenvolvimentista, é de grande facilitação e comodidade ao setor econômico, pois é sem dúvida uma forma de trabalho muito mais prático e eficiente, tendo em vista o ritmo de produção que a empresa possa empreender de acordo com suas necessidades, requisitando esses trabalhadores quando melhor lhe convir.
Isto se intensificou, em vista da harmonia entre produçãoe consumo, cada dia mais importante no inevitável crescimento do mercado, dado ao aumento significativo da industrialização de mercadorias disponibilizadas para consumo, influindo indiretamente pelas mudanças na qualidade de vida da maior parte das pessoas atualmente.
Evidente então, afirmar sobre a necessidade de valorizar segmento dessa natureza, porque firma a parceria intrínseca no direitodo trabalhador e de sua harmonia entre capital e trabalho.
Demonstramos que, a existência e organização de categoria profissional de trabalhadores movimentadores de mercadorias avulsos fora da faixa portuária é tão antiga quanto nos portos, pois nasceu da natural adaptação desses trabalhadores outrora nos armazéns e intensificando-se ao longo do tempo com o crescimento e modernização do parqueeconômico brasileiro, infiltrando-se em todos os seus setores, concentrados desde a zona rural, logística, indústria até comércio.
A realidade dos fatos ocorridos com relação a esta categoria é que muitos órgãos, sejam eles, privados, públicos, e empresas insistem em reconhecer essa categoria como trabalhadores “chapas” furtando seu reconhecimento e sua existência, confundindo-a com as existentesapenas na orla portuária.
Tremendo engano, ao relembrar que a primeira entidade constituiu-se em 1919, mas por sediar-se em Santos/SP, o leigo o reportaria como sindicato portuário. No entanto citamos mais um sindicato (em São Paulo), reconhecido pelo Ministério do Trabalho em 31/12/33 e outros assim sucessivamente.
Basta observar que no Estado de São Paulo, produz e exporta-se aproximadamente70.000.000 (setenta milhões) de sacarias de açúcar por ano.
Quem será o responsável pelo deslocamento desta mercadoria para os armazéns, caminhões, vagões e outros, antes que esta chegue ao porto? Seria o trabalhador portuário? Ou serão os que executam as mesmas as tarefas nas usinas, armazéns e outros estabelecimentos em todo o interior do estado?
O que queremos demonstrar é que talmercadoria não chega no local a ser exportada sem antes passar pelas mãos desses trabalhadores, sejam empregados ou avulsos, tanto que tal situação desencadeou um quadro normativo, disciplinada pela Instrução anexa a Portaria n º 3.254/71, especificamente seu artigo 2º, que trata justamente das atividades de movimentação de mercadorias fora da faixa portuária.
O grande diferencial é que o portuário atuasomente quando um navio-cargueiro atracar ao porto, descarregando os produtos e mercadorias nele contidos e deslocado-os diretamente para caminhões, vagões ou containers. Após concretizadas tais procedimentos, termina ali o trabalho feito pelos avulsos portuários. A partir disso, as mercadorias são transportadas por caminhões, vagões ferroviários e outros veículos terrestres e distribuídas as...
tracking img