Plano de marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1528 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
REFERÊNCIAS BIOGRÁFICAS

O Principe. Machiavelli, Nicoló di Bernardo dei. Tradução de Antonio Caruccio – Caporale. Porto Alegre, L & PM, 2010, 176 p

CREDENCIAIS DO AUTOR

Nicoló de Machiavelli, nasceu na Itália, em 03 de maio de 1469, sendo o 3º dos 4 filhos do senhor Bernardo Machiavelli, que era júris-consultor e tesoureiro da Marca de Ancona e dona Bartolomea Nelli.Machiavelli casou-se com Marieta Corsini em 1502, com quem teve 04 filhos e 02 filhas.

No ano de 1494, aos vinte e cinco anos, ocupou o cargo de copista do professor de literatura grega e secretário da república de Florença, o senhor Marello Virgílio Adriani, posteriormente ao completar 29 anos, ocupou o cargo de secretário dos Dez Magistrados da Liberdade e Paz, permanecendo durante 14 anos.Além das atividades vinculadas ao cargo, Michiavelli também se ocupava de estudos históricos, poesia e da organização política e militar da República de Florentina. Em 1505, ele traçou um projeto de milícia nacional para substituição das tropas mercenária, sendo aprovada pelo governo.

No ano de 1513, foi descoberto um plano para matar o cardeal Giovanni Medici, o qual foiatribuído a Michiavelli, ocasionando assim, sua prisão, tortura e exílio, sendo a sua anistia vinda da pontificação de Leão X. A partir de então, isolou-se em San Casciano, com o decorrer do tempo, voltando a ser agraciado pela família Medici, foi encarregado de escrever as histórias de Florência, sendo seu ultimo cargo a missão junto ao exército da Líbia, contra Carlos V.

Em 22 de junho de1527, adoece e morre Nicoló de Machiavelli. Tendo seus dispojos sepultados na Igreja da Santa Cruz.

Além do Príncipe, foram publicadas mais duas obras de Maquiavel em vida: A Mandrágora de 1515, publicada em 1524, um grande sucesso na época, ainda hoje considerada uma das mais brilhantes comédias italianas. E A Arte da Guerra, de 1519-1520, que tem como cenário as reuniões intelectuais dosOrtii Oricellari (Jardins de Rucellai), local onde se reunia a Academia Florentina e onde tinha sido colocada a estatuária retirada aos Médici.

RESUMO

O Príncipe foi escrito por Nicoló de Machiavelli, em 1513 em Florença, aos 44 anos de idade. Dedicado ao Príncipe Lorenzo de Medici, foi fundamentado em suas vastas experiências política, dentre as quais, é relevante citar que ocupou ocargo de Secretário dos Dez Magistrados da Liberdade e da Paz durante 14 anos, tendo suas funções resumidas na execução das ordens do governo dos Dez, o que não o impediu de granjear um conhecimento grandioso revelado no livro citado.

O livro demonstra o desejo de Michiavelli em vê uma Itália alcançando duas fundamentais qualidades enquanto pátria: o poder e a unificação. Sendo para tantonecessário um monarca de pulso forte e que protegesse seu povo sem escrúpulos e sem medir esforços. Para tanto, ele escreveu a celebre frase: “Os fins justificam os meios”. Machiavelli traz uma visão aprofundada e fria da sociedade, tendo seu foco sempre voltado para o Estado, havendo a analise da realidade dos fatos como guia para a partida e chegada de um objetivo, que é a obtenção do poder e amanutenção do mesmo.

A obra é divida em 26 capítulos, onde Machiavelli explana a maior dificuldade encontrada na manutenção de um novo principado se comparado a um já conquistado, onde o novo pode ser dividido em dois, um em que consiste uma semelhança entre os costumes, neste caso, observando-se uma maior facilidade em manutenção, visto que para isso se faz necessário duas regras:eliminar a descendência do antigo príncipe e não alterar em pequeno espaço de tempo as leis e impostos cobrados a este povo.

Procedimento que deferência-se de uma província de diferente língua, costumes e leis, onde se faz necessário que o rei não altere de imediatoesses costumes e leis, mas sim, torna-se um defensor dos mais fracos, que em sua vez é a maioria, enfraquecendo os poderosos e...
tracking img