Plano de marketing prod. plantas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7608 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
01

Fortalecimento do Posicionamento Competitivo da Cadeia Produtiva de Floricultura da Região Norte

02

SUMÁRIO
I. APRESENTAÇÃO DO PROJETO 1. INTRODUÇÃO II. DIAGNÓSTICO DA REGIÃO 1. CARACTERIZAÇÃO DA REGIÃO 2. CARACTERIZAÇÃO DA POPULAÇÃO 3. MERCADO-ALVO E ESTIMATIVA DA DEMANDA 4. EVENTOS 5. STAKEHOLDERS III. ANÁLISE ESTRATÉGICA 1. ANÁLISE GE/MCKINSEY IV. DIAGNÓSTICO DO ESTUDO 1.ANÁLISE SWOT CONSOLIDADA V. ESTRATÉGIA COMPETITIVA 1. CAMINHOS ESTRATÉGICOS 2. POSICIONAMENTO COMPETITIVO VI. FATORES-CHAVE DE SUCESSO DO PLANO 1. FATOR DE DIFERENCIAÇÃO VII. PLANO DE AÇÕES 1. PRODUTORES 2. VAREJO 3. PRESTADORES DE SERVIÇO 4. CADEIA PRODUTIVA EM GERAL 5. VALORES REGIONAIS 6. PLANEJAMENTO CONSTANTE 7. ARENAS DE COMUNICAÇÃO 7.1. ENTRETENIMENTO 7.2. ESPETÁCULOS ESPORTIVOS 7.3. MODA 7.4.COMUNICAÇÃO PROMOCIONAL 7.5. COMUNICAÇÃO DIGITAL 7.6. EVENTOS PROMOCIONAIS 7.7. CADEIA VAREJISTAS 7.8. PROPAGANDA TRADICIONAL VIII. CONSIDERAÇÕES FINAIS 04 04 05 05 06 07 09 10 12 13 14 14 19 19 21 22 23 24 24 25 26 26 28 28 29 29 30 31 31 31 31 31 32 32

03

APRESENTAÇÃO DO PROJETO 1. Introdução Este Sumário Executivo tem como base um Relatório Completo, que objetivou apresentar caminhos para ofortalecimento competitivo da cadeia produtiva de floricultura da região norte. Aqui serão apresentadas as idéias principais, sendo que o detalhamento encontra-se no documento citado. Cumpre destacar que alguns fatores, inerentes à própria região Norte, atuam como limitadores ao crescimento da região: • Falta de legislação específica para produção de mudas, que afeta qualidade final; • Falta deliderança regional, minimizando ações coordenadas e de maior representatividade; • Carência de especialistas em floricultura que possam orientar produtores; • Baixo índice de adesão às linhas de crédito e financiamento, seja motivada pela burocracia, pela desinformação ou por ausência de pré-requisitos necessários; • Desinteresse de produtores de insumo e equipamentos pela atividade na região,levando a atendimento precário por intermediários, majorando custos e estimulando o uso de alternativas com técnica inadequada; • Produção considerada atividade alternativa para geração e complementação da renda de parte dos produtores.

04

II. DIAGNÓSTICO DA REGIÃO 1. Caracterização da Região A Região Norte do país é formada por sete estados, quais sejam Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia,Roraima e Tocantins, que juntos representam 45,3% do território brasileiro. No que se refere ao potencial econômico da região, especialmente representado pelo PIB, pode-se verificar que ela representou em 2006 mais de 120 bilhões de reais (5,06%). Projetando-se para 2008, esse valor atingiu mais de 146 bilhões (PIB Nacional = R$2,9 trilhões). 2. Caracterização da População A região representa 7,99%da população total do país, ou 14,9 milhões de habitantes, com pouco mais de 73% dela concentrada na zona urbana e quase 27% reside em áreas rurais. O estado do AP possui a maior concentração relativa em áreas urbanas com quase 90%, seguido por TO, RR e AM, todos com participação acima de 77%. No que se refere à distribuição da população por sexo, pode-se perceber um forte equilíbrio não apenasregionalmente, mas também intra-estados. A maior parte da população da região Norte concentra-se nas faixas etárias entre 20 e 49 anos, com mais de 6,5 milhões de habitantes (cerca de 44% do total).

05

A seguir, alguns dados que merecem destaque: • Ocupação da População: o último relatório publicado pelo IBGE, denominado Síntese de Indicadores Sociais (2008), indicou que a maior concentraçãoda população ocupada encontra-se entre os 20 e 49 anos. • Caracterização Sócio-Econômica: baseado no CCBE – Critério de Classificação Econômica Brasil, observa-se forte concentração de domicílios com habitantes das classes C e D, sendo mais de 49% na primeira e mais de 22% na segunda. Juntos, representam mais de 1,9 milhões de domicílios (pouco mais de 71%). Por outro lado, considerando-se as...
tracking img