Plano de marcketing ricardo eletro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI




ALESSANDRA SOARES MAURO
ALINE ROMANO DE MEDEIROS
BIANCA DOS SANTOS GALLEGO
DAIANA AMARA DA SILVA
MAIARA BISPO VIEIRA





PLANO DE MARKETING DIRETO
Ricardo Eletro















São Bernardo do Campo
2012
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI




ALESSANDRA SOARES MAURO – 32.108.038-4
ALINE ROMANO DE MEDEIROS – 32.108.120-0
BIANCA DOSSANTOS GALLEGO – 32.207.061-6
DAIANA AMARA DA SILVA – 32.108.130-9
MAIARA BISPO VIEIRA – 32.108.026-9





PLANO DE MARKETING DIRETO
Ricardo Eletro















São Bernardo do Campo
2012
SUMÁRIO

































1. PROPÓSITO DO NEGÓCIO E MISSÃO DO PLANO

A Ricardo Eletro é uma empresa de origem brasileirafundada em Divinópolis (MG) pelos irmãos Ricardo e Rodrigo Nunes, porém a Ricardo Eletro ganhou o nome apenas de um de seus sócios. Iniciou em 1989, em uma loja com apenas 20 metros quadrados, atualmente possui três formas diferentes de atuação (lojas de rua, lojas de shopping e megastores), além de cinco centros de distribuições.
A forma como Ricardo Nunes trabalha é pautada por ousadia epioneirismo, pois ele acredita que é importante ter preço baixo para ganhar volume, por isso o slogan “Preço é tudo”.
Já a rede Insinuante, a qual é conhecida como Casa Bahia do Nordeste brasileiro foi fundada em 1959 por Antenor Batista, em Vitória da Conquista (BA). Em 29 de março de 2010 nasceu a holding Máquina de Vendas como resultado da fusão entre a rede mineira Ricardo Eletro e arede baiana Insinuante, com cerca de 750 lojas distribuídas por 200 cidades em 23 estados, mais o Distrito Federal.
O último acordo de fusão realizado pela nova empresa, por exemplo, foi com a rede de eletrodomésticos City Lar, empresa que teve início em 1979, na cidade de Mirassol D’Oeste (MT). Sua incorporação resultou na criação da Máquina de Vendas Norte S/A. Mesmo sendo da regiãoCentro-Oeste, a fusão com a City Lar foi importante, pois ela possui forte presença nas regiões Norte e Nordeste do país.
A bandeira City Lar continua na região Nordeste e nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e a marca Insinuante predomina no Nordeste, enquanto a Ricardo Eletro é mais atuante na região Sudeste, em Goiás e no Distrito Federal. Os fundadores da nova empresa acreditam queterão dificuldade em trabalhar no mercado paulista e querem ganhar mais mercado no Rio de Janeiro. Pretendem abrir uma financeira a fim de criar um cartão com foco nas classes econômicas C e D.
Com o Plano de Marketing a empresa almeja observar as tendências, as forças e o comportamento do mercado, vislumbrando oportunidades de negócios, estudando produtos e serviços que atendam às novasdemandas e necessidades dos clientes e também para igualar ou até ganhar de seus concorrentes.
Assim como outras empresas varejistas do setor, a Ricardo Eletro quer se fortalecer para competir com o fortíssimo conglomerado de concorrentes.
Presidentes, diretores, gerentes, funcionários e parceiros da empresa buscam obter maior força agilidade e sinergia para aumentar a competitividadeem preços e assim se tornar a maior empresa da rede varejista do país, tendo maior alcance geográfico. Acreditam que será possível alcançar esses objetivos por meio de fusões e aquisições.
A busca de competitividade entre as empresas, para os clientes é muito bom, já que eles comparam mais os produtos na hora da compra e por se tratar de commodities, a empresa que tem melhores condições,menores preços, acabam ganhando a preferencia dos consumidores. Eles esperam que o portfólio de produtos sejam cada vez maiores, inovadores e com preços mais acessíveis.
Segundo Alan Cardoso (analista de consumo da Ágora Corretora), os fornecedores são extremamente contrários a esse processo, uma vez que perdem poder durante a negociação, porém para os varejistas brasileiros é uma forma de...
tracking img