Plano de estagio em serviço social no cras

Núcleo de Assistência Integral à Saúde da Mulher

O NAISM tem como missão formular a política de atenção integral a saúde da população feminina do Distrito Federal, e fazer a gestão das políticas, programas e projetos em articulação com outras áreas cujas atividades repercutem na saúde da mulher.

A saúde da mulher é prioridade no contexto da gestão federal do SUS, em acordo com asdiretrizes do Pacto pela Saúde, das Metas do Milênio e diversos acordos nacionais e internacionais.

No âmbito do Distrito Federal esta prioridade se reafirma e na atenção básica ela ocupa espaço privilegiado, especialmente nas ações referentes à redução da mortalidade materna, ao planejamento reprodutivo, humanização e qualificação da atenção obstétrica.
Serviços disponíveis para a Mulher naassistência primária e secundária:

A SES-DF dispõe dentro de sua Rede de Assistência à Saúde de 66 Centros de Saúde, 89 ESF e 12 Hospitais.

Em todos os Centros de Saúde são oferecidos os serviços de atenção em ginecologia geral e pré-natal de baixo risco.

A melhoria das condições de saúde da mulher depende do êxito das ações de saúde desenvolvidas nas unidades básicas, de responsabilidade de todose, executadas por uma equipe multiprofissional composta por: agente comunitário de saúde – ACS, auxiliar de enfermagem, enfermeiro, nutricionista, médico, dentista e assistente social, que atuam por meio do atendimento individual ou em grupo e, adequados às necessidades da mulher, da família e da comunidade.

É importante para os profissionais e gerentes locais conhecerem a situaçãoepidemiológica da comunidade, suas demandas e sua condição de vida, no momento da organização das ações básicas que responderão às necessidades regionais.

Também são previstas atividades educativas possibilitando às mulheres maior conhecimento de seu próprio corpo, facilitando o exercício da sexualidade, alertando sobre os problemas mais comuns de saúde e de como é possível prevenir doenças e promover asaúde como fator de melhoria da qualidade de vida.

O enfoque de risco (que é definido como a probabilidade que tem um indivíduo ou grupo, de sofrer no futuro um dano à sua saúde) constitui-se em um método de trabalho essencialmente preventivo, podendo ser considerado como a estratégia que otimiza os recursos ao permitir sua adequação às necessidades.


Nos hospitais, a Saúde da Mulherdisponibiliza os seguintes serviços:

• Assistência à gestação de Alto Risco (ambulatório e internação) - Presente em 6 hospitais regionais (HRAS, HRAN, HRS, HRT, HRC e HRG).

• Assistência ao casal infértil /Reprodução Humana (ambulatório e procedimentos cirúrgicos) - Presente em 5 hospitais regionais (HRAN, HRAS, HRG, HRT e HRC).

• Serviço de Reprodução Assistida - Presente em 1 hospitalregional (HRAS).

• Assistência oncológica (ambulatório e procedimento cirúrgicos) - Presente em 7 hospitais (HRC, HRAS, HRAN, HBDF, HRS, HRT e HRG).

• Assistência ao climatério (ambulatório) - Presente em 3 regionais (HRAS, HRAN, HRC).

• Assistência infanto-puberal (ambulatório) - Presente em 3 hospitais regionais (HRAS, HRAN e HRC).

• Assistência ao parto e puerpério - Presente em 10hospitais regionais (HRAS, HRAN, HRT, HRC, HRG, HRS, HRBz, HRP, HRPa, HRSam).

• Casa de parto (assistência ao parto de baixo risco) - O DF dispõe de 01(uma) Casa de Parto, localizada em São Sebastião, que tem como referência o Hospital Regional da Asa Sul.

Em continuidade às ações de 2007, no ano de 2008 foram desenvolvidas as seguintes atividades:

Captação de Recursos Financeiro:

•Elaboração e aprovação de projetos para captação de recursos junto ao Ministério da Saúde para realização de um seminário distrital para gestores em saúde da mulher e três capacitações dos profissionais das UBS (Centro de Saúde e ESF), contemplando:

Pré-natal, Planejamento Familiar, Prevenção e detecção precoce de Câncer de colo de útero e câncer de mama e ações de promoção do parto natural e...
tracking img