Plano de conta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1606 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁIO AUGUSTO MOTTA
ADMINISTRAÇÃO









PLANO DE CONTAS


















RIO DE JANEIRO
2012









PLANO DE CONTAS




Trabalho desenvolvido durante
a disciplina de Contabilidade Básica,
como parte da avaliação.
Professor (a): Edson Mendes













RIO DE JANEIRO
2012
1-INTRODUÇÃO
Nesse trabalho,será abordado Plano de Contas, especificando sua definição, objetivo, função e estrutura.
E ainda as modificações que aconteceram nas Lei 6.404/76, 11.638/07 e 11.941/09 para a harmonização entre as normas internacionais de contabilidade.

2-DEFINIÇÃO
O plano de contas é uma lista que apresenta as contas necessárias para registar os eventos económicos e financeiros. Trata-se de uma ordenaçãosistemática de todas as contas que fazem parte do chamado Plano Oficial de Contas (ou POC).
Todas as vezes que procedermos à escrituração, precisaremos consultar esse Plano de Contas.

3-OBJETIVO
Seu principal objetivo é estabelecer normas de conduta para o registro das operações da organização e, na sua montagem, devem ser levados em conta três objetivos fundamentais:
3.1- atender àsnecessidades de informação da administração da empresa;
3.2- observar formato compatível com os princípios de contabilidade e com a norma legal de elaboração do balanço patrimonial e das demais demonstrações contábeis
3.3 - adaptar-se tanto quanto possível às exigências dos agentes externos, em especial às da legislação do Imposto de Renda.

4-FUNÇÃO
A função do Plano de Conta é facilitar aidentificação de cada uma das contas e sub-contas, o plano de contas costuma ser codificado. Este processo implica a afectação de um símbolo, podendo ser um número, uma letra ou a combinação de ambos, a cada uma das contas.
O sistema mnemotécnico mais usual para codificar o plano de contas é a numeração decimal, que permite agrupamentos ilimitados e facilita a tarefa de juntar e intercalarnovas contas. Por exemplo: 1 Activo, 1.1 Activo corrente, 1.2 Activo não corrente, 1.1.1 Caixa e Depósitos, 1.1.2 Investimentos correntes.
Em geral, o plano de contas é complementado com um manual de contas, que contém as instruções necessárias para a utilização das contas que fazem parte do POC (Plano Oficial de Contas)

5-ESTRUTURA
O plano de contas confere uma estrutura básicaà organização do Plano Oficial de Contas, pelo que é considerado como um meio de obter informação de forma simples. O plano de contas deve obedecer a vários requisitos, dos quais citaremos a homogeneidade, a integridade (deve apresentar todas as contas necessárias), a sistematicidade (deve seguir uma determinada ordem) e a flexibilidade (deve permitir que sejam introduzidas novas contas).Por outro lado, é importante, na hora de elaborar um plano de contas, recorrer a terminologia clara para denominar cada conta, partindo do geral para o particular.
Deve conter também um manual de contas explicativo do uso adequado de cada uma das contas como:
5.1- Função de cada conta: a razão de sua existência, isto é, sua finalidade.
5.2- Funcionamento de cada conta: em que situação aconta será debitada ou creditada.
5.3- Natureza do saldo de cada conta: devedora ou credora.
Um plano de contas deve ter tantas contas quantas forem necessárias para expressar, com a devida clareza, os fatos ocorridos na vida de um patrimônio.

6-ALTERAÇÕES NAS LEIS 6.404/76, 11.638/07 e 11.941/09
As alterações promovidas na lei n.º 6.404/76 pela lei nº 11.638/07, têm como linha mestraa harmonização das demonstrações contábeis com as normas internacionais de contabilidade, consolidadas publicadas pelas empresas abertas européias. A iniciativa foi internacionalmente acolhida pela comunidade financeira. Além de outras mudanças que ocorreram segundo a lei nº 11.941/09.
Segue abaixo, as modificações das leis acima citadas:

6.1 -Lei 6.404/76
O propósito dessa...
tracking img